LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

5 maneiras de reduzir os custos de entrega da sua loja

Você enxerga as despesas com entrega da sua loja apenas como um custo mais da operação? Pois está na hora de rever seus conceitos. O frete é um fator de decisão importante para quem compra pela internet. Segundo uma pesquisa recente da Forrester Research, 82% dos consumidores online consideram os custos de transporte fundamentais em suas decisões de compra.

Isso significa que rever seus custos de entrega é uma questão estratégica e uma medida que pode ajuda-lo a aumentar a taxa de conversão da sua loja virtual.

Dentro do portfólio de serviços dos Correios (que costumam ser a opção natural para quem está começando), por exemplo, há uma série de alternativas que permitem economizar.

Você conhece o e-Sedex? Esse serviço é destinado exclusivamente às lojas virtuais e tem custos mais competitvos que o Sedex normal.

Outra alternativa é o PAC, que pode ser ainda mais econômico. A entrega é feita em até três dias, mas tem um porém: só vale para dias úteis e não obre todas as cidades.

Mas é importante lembrar também que  os Correios não são a única modalidade de entrega disponível no mercado. Conhecer as alternativas pode ser o caminho para a economia. Confira, a seguir, algumas dicas que vão ajuda-lo no caminho: 

1. Pesquise todas as operadoras que atuam em sua região.Quem sabe você não consegue um contrato interessante para oferecer fretes mais competitivos para algumas localidades? Mesmo que o prazo de entrega seja um pouco mais longo, o cliente pode estar disposto a esperar um pouco mais para economizar no valor total da compra.

2. Faça a cotação de serviços em várias empresas.Comparar é a chave para encontrar as melhores barganhas e ganhar poder de negociação com o seu fornecedor. De tempos em tempos, faça cotações com outras empresas de logística e veja se os preços que você têm a disposição continuam competitivos.

3. Peça desconto e negocie.Capriche na negociação e não tenha vergonha de pedir descontos – afinal, quem não chora, não mama. Procure fechar pacotes, de acordo com sua demanda, para conseguir condições mais competitivas.

4. Agrupe entregas.Se você costuma ter muitas entregas provenientes de uma mesma região, avalie a possibilidade de agrupa-las e fazer entregas via motoboy, por exemplo.

5. Antes de pagar a fatura, verifique todos os lançamentos.Se você recebe uma fatura mensal com os custos de entrega, faça uma checagem atenta para ver se não está deixando nada passar.

Pagar automaticamente as notas fiscais, sem verificar cada item cobrado, é o mesmo que dar ao fornecedor um cheque em branco.