LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

5 dicas para ajudar a manter o controle financeiro da sua empresa

Até o tiozinho da venda da esquina tem seu bloquinho com as anotações do que vendeu. Não tem jeito, sem controle financeiro empresa nenhuma sobrevive, independentemente do ramo e do porte.

 

Segundo dados do Sebrae, mais de 70% das micro e pequenas empresas brasileiras fecham as portas nos primeiros cinco anos de vida por falta de planejamento, e o aspecto financeiro tem um grande peso nessa estatística.

Você pode até fazer como o dono da vendinha e começar anotando tudo no papel. Mas, conforme sua empresa for crescendo, vai surgir a necessidade de fazer um upgrade no controle financeiro. Os softwares de gestão empresarial (ERP) são importantes aliados nessa hora.

Quer saber como controlar melhor as finanças para que sua empresa não feche as portas precocemente? Vamos às dicas:

Planejamento

Esta é a palavra de ordem para organizar as contas. Você precisa detalhar minuciosamente cada ação que envolva dinheiro em sua empresa: vendas, compras, folhas de pagamento, ações de marketing, despesas locais (como água, telefone, aluguel etc.) e todas as outras atividades que mexam com seu caixa.

Liste todas elas e os gastos previstos para cada item. E organize-se para controlar os gastos.  Por exemplo: se está previsto um investimento em propaganda em um mês, tente jogar gastos de reformas e reparos para o mês seguinte.

Controle do fluxo de caixa

Se você fez um planejamento correto, já tem todas as entradas e saídas do caixa previstas. Agora é o momento de colocar os valores exatos e acrescentar itens extras que não estavam no seu planejamento. Mas importante: esses itens extras só devem entrar se forem de extrema urgência e necessidade. Afinal, houve um planejamento anterior e, se esse item não estava lá, a inclusão dele pode desregular o seu caixa. Dependendo do tipo do seu negócio, você pode controlar o fluxo de caixa por dia, semana, quinzena ou mês. Teste até encontrar seu modelo ideal.

Estratégias de precificação

Como você define o valor do seu produto? Chuta um valor qualquer ou faz um estudo para chegar ao preço ideal? Obviamente, a segunda opção é a correta, e você provavelmente sabe disse, mas, na correria do dia a dia, acaba apostando na intuição e deixando a razão de lado. Cuidado, você pode estar tendo prejuízo sem saber!

Na hora de colocar o preço, leve em conta fatores como condições de pagamento, aceitação do produto no mercado, valores por volume de vendas, público-alvo, margem de lucro, concorrência, geografia, exclusividade. Tudo isso deve ser analisado antes de se fixar um valor.

Administre seu estoque

O primeiro passo para otimizar o capital de giro do seu negócio é gerenciar o seu estoque. Quanto mais estoque uma empresa possui, mais capital de giro ela precisará, pois financiar um estoque tem custo e, por isso, é preciso dosar a quantidade de mercadorias estocadas. O estoque deve ser mantido na medida certa, nem mais, nem menos.

Sistema de ERP

Bom seria se em um piscar de olhos todos os itens acima fossem resolvidos de uma só vez. Isso não é possível, mas é quase. Ter um sistema de ERP é a garantia de que todos estes processos serão facilitados. A ferramenta gerencia e centraliza todas as informações relativas aos processos operacionais, administrativos e gerenciais das empresas. O uso do sistema dá aos gestores controle total sobre a empresa, facilitando a administração e a gestão dos negócios.