Superguia Academia E-mail marketing: tudo que você precisa saber para começar agora

5. Newsletter

Mantenha seu cliente "por perto"

O "boletim de novidades", em tradução para o português, é enviado regularmente para a base de contatos de uma empresa e tem várias funções:

• Informar os usuários sobre os produtos e as novidades de uma empresa;
• Ajudar a construir e a fortalecer o relacionamento da marca com clientes ou potenciais clientes;
• Nutrir leads até que eles se tornem clientes;
• Gerar reconhecimento da marca e confiabilidade.

Mas você sabe o que os usuários gostam de ler em uma newsletter? Com que frequência elas devem ser enviadas? Qual deve ser o título do e-mail? Parece fácil, mas a preparação de uma boa newsletter merece atenção. Fique ligado em nossas dicas e aprenda a construir a newsletter perfeita para o seu negócio!

Consumidores que recebem newsletters gastam 83% mais do que os que não são assinantes.

Fonte: Prestige Marketing.

Conteúdo: o que devo dizer?

Antes de tudo, vamos pensar no motivo que leva um usuário a se inscrever em uma newsletter. A resposta é simples: ele quer ser informado com conteúdo interessante, relevante e atrativo. E mais, ele quer receber novidades que não poderia descobrir de outra forma. Um conteúdo de valor é fundamental para uma newsletter de sucesso. Isso inclui:

1. O remetente, para confirmar que o conhece;

2. O assunto, para ver se é interessante para ele;

3. A data, para confirmar que é uma informação atual.

Informações como essas são valiosas e nos mostram que o título é um dos aspectos mais importantes da newsletter e precisa chamar a atenção do leitor, já que é o contato imediato do usuário com o conteúdo.

Evite assuntos genéricos, como "novidades da semana". O assunto é um resumo do conteúdo do e-mail: ele deve ser específico, real e, claro, atraente. Deve aguçar a curiosidade do leitor e levá-lo a abrir o e-mail. Você não quer desperdiçar todo o tempo e esforço usado na criação da newsletter, certo?

Aqui vão algumas dicas para criar títulos perfeitos para sua newsletter:

• Use números: 5 dicas, 10 escolhas, 7 ideias etc.
• Faça uma pergunta (e guarde a resposta dentro do e-mail!)
• Seja breve! Nada de títulos longos.
• Use palavras concisas que mostrem que o conteúdo apresenta dicas ou novidades sobre determinado assunto, como "conheça", "descubra", "achados" e "dicas".

O ILoveEcommerce é um agregador de lojas virtuais direcionado ao público feminino. O e-mail marketing é um dos mais importantes canais de divulgação do empreendimento, que conta com uma equipe especializada em campanhas com foco em performance e branding.

Os layouts são desenvolvidos utilizando a expertise da equipe em curadoria de moda e disparados para bases cuidadosamente segmentadas.

O iLove trabalha com campanhas de e-mail marketing voltadas para a exposição do próprio site e com campanhas para a divulgação de lojas parceiras, como OQVestir, Schutz e Westwing.

A publicitária Mariana Ribeiro, cofundadora do empreendimento, conta que o maior diferencial do iLove é, nesses casos, conseguir o alinhamento de sua identidade visual com a do e-commerce parceiro, além de priorizar o trabalho em conjunto com o e-shop na criação de uma estratégia customizada.

Conteúdo

A equipe de conteúdo do iLove realiza pesquisas diárias em sites nacionais e internacionais em busca de temas atraentes e interessantes para cada newsletter. E também procuram novas formas de apelo, seja no conteúdo ou na forma de criar o título.

E-mails exclusivos sobre o iLove

O iLove possui boletins semanais com conteúdo exclusivo para sua base, como o top 5 da semana, moods do dia e agenda do fim de semana. Essas campanhas conseguem uma taxa média de abertura de 20%.

"Neles, conseguimos ter mais liberdade criativa e focamos mais na inovação do conteúdo e no engajamento do que apenas na conversão em vendas", conta Mariana.

Resultados

A equipe de análise estuda os resultados de cada newsletter, considerando título x tema abordado x marcas/lojas exploradas x apelo principal. O boletim é mais comercial ou institucional, por exemplo?

Essas análises diárias permitem uma mudança de estratégia em curto prazo, caso os resultados estejam abaixo das metas estabelecidas. A taxa média de abertura das newsletters é de 20%, com um CTR (taxa de cliques) de 2%.

ilove
A newsletter We Love Weekend, uma agenda para o fim de semana, é enviada todas as sextas-feiras

Frequência de envio

Não há nada mais chato que uma caixa de entrada lotada com e-mails do mesmo remetente. No entanto, uma marca que praticamente não envia e-mails não consegue fortalecer sua imagem nem estabelecer um bom relacionamento com seu cliente.

Para determinar a frequência de envio de uma newsletter, é necessário levar em conta diversos fatores e identificar o que funciona melhor para o seu negócio.

Tudo depende do público, da estratégia e da quantidade de informações que o usuário quer consumir.

5 dicas para definir a frequência de envio de uma newsletter

• No geral, as newsletters devem ser enviadas a cada 15 dias ou uma vez por mês;
• Para a maioria das lojas virtuais, uma frequência maior que uma vez por semana é
ineficiente;
• Ao definir a periodicidade, leve em conta o tempo de assimilação de um e-mail
para o outro;
• Faça testes de frequências e analise as métricas de comportamento do usuário
cadastrado;
• Pergunte ao seu cliente a frequência que ele acha mais interessante. (Relembre a Dica da "Central de Preferências no e-mail anterior")

Fonte: André Siqueira, profissional de marketing e cofundador da Resultados Digitais

Público-alvo

Você está se dedicando a produzir conteúdo original e atrativo e já definiu a frequência de envio de sua newsletter. Agora é hora de decidir para quem os e-mails serão enviados.

Aqui, você deve segmentar a sua base de contatos, de acordo com as mensagens que pretende disparar. A sugestão é dividir, primeiramente entre leads e clientes. Ou seja, aqueles que já compraram e aqueles que ainda não concluíram uma transação, mas já iniciaram um relacionamento com a marca de alguma outra maneira.

A partir dessas duas segmentações principais, aí você deve formar outros grupos, podendo segregar por sexo, idade, interesses, região. Tudo vai depender da quantidade de informações que você tem sobre aquele contato e a diversidade de mensagens que pretende enviar.

Foto Especialista
Palavra de especialisa
"Na hora de dividir os grupos, leve em conta fatores comotíquete-médio e perfil de compra (para clientes) e perfil x momento de compra (para leads), por exemplo."

Eduardo Lyvio, jornalista e especialista em Gestão e Marketing Digital.

O design da newsletter

Colunas:

a maioria das newsletters utiliza apenas uma ou duas colunas. As colunas estreitas e laterais costumam ser usadas para divulgar eventos, redes sociais e links secundários, enquanto a coluna central ou mais larga recebe o conteúdo principal.

Objetivos:

o design da newsletter deve refletir seus principais objetivos. Por exemplo, a finalidade é anunciar ou promover um novo produto ou serviço? Concentre o e-mail inteiramente nisso! Divulgar novas postagens em seu blog é a intenção? Organize o layout de forma que isso fique claro.

Mantenha um padrão:

seguir um padrão de design em sua newsletter possibilita que os assinantes identifiquem facilmente sua loja e o tipo de conteúdo oferecido. Ainda que você mude alguns estilos, como cores secundárias, os elementos mais importantes para o layout devem permanecer os mesmos. Também é fundamental que a logomarca esteja sempre no cabeçalho do e-mail.

vinho e ponto
Newsletter da MAC para promover sua nova coleção: design totalmente dedicado à campanha.

Agora que você já sabe como criar uma newsletter de sucesso, aprenda, também, no próximo capítulo, como criar e-mails transacionais e de ofertas. Vamos lá?!