LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

6 métricas importantes para uma loja virtual

Imagine um barco vagando em alto mar, sem bússola ou qualquer instrumento de navegação, sem saber exatamente de onde vem, nem para aonde vai.

Assustador? Se você não tem metas definidas e não conta com métricas e ferramentas para acompanha-las, essa pode muito bem ser sua loja virtual.

Uma das soluções para evitar ficar à deriva é criar KPIs (do inglês Key Performance Indicators). Os Indicadores Chaves de Desempenho permitem avaliar se o seu negócio está cumprindo os objetivos que foram estabalecidas para ele e fazer as correções de rumo necessárias.

E quais seriam, então, os indicadores ideais? Não há receita pronta, mas alguns números são importantes para ficar de olho se você tem uma loja virtual. Veja quais são eles:

Visitantes: aumentar o número de visitantes da sua loja significa aumentar o funil de potenciais clientes. Esse número, que pode ser medido por softwares de monitoramento de tráfego, como o Google Analytics, indica se suas ações de marketing estão sendo eficientes em trazer gente nova para o seu site, por exemplo.

Taxa de conversão: a taxa de conversão de uma loja virtual é medida dividindo o número de pessoas que compram pelo número de visitantes em um determinado período. É partir desse dado que você poderá avaliar a eficácia do seu processo de venda e identificar possíveis gargalos – afinal, se o cliente chegou até sua loja e não comprou é sinal de algo pode ser melhorado.

Taxa de reclamação: medir o fracasso é tão importante quanto medir o sucesso, se você quer melhorar seus serviços. Para chegar á taxa de reclamação, divida o número de queixas pelo número total de pedidos. Quanto maior for o número, maior deve ser a sua proeocupação. Você também pode medir outros aspectos do atendimento, como tempo médio de resolução de problemas.

Ticket médio: O valor médio de compra por cliente – também conhecido como ticket médio – é um número que deve sempre estar no radar de quem administra uma loja virtual. A meta é leva-lo para cima, sempre. Afinal, é muito mais fácil – e barato – convencer um cliente fiel a gastar mais que atrair um novo cliente. Promoções direcionadas a esses clientes e programas de fidelidade ajudam a elevar o ticket médio.

Carrinho abandonado: O cliente chegou quase até o final da compra e desistiu? Bola na trave! Para evitar futuras vendas perdidas, fique de olho na taxa de abandono do carrinho e tente entender o que está por trás dela – é o valor do frete? Ou o processo de pagamento está confuso? Esse é o outro número para manter lá embaixo.

Vendas: Outro indicador de performance importante é a quantidade de vendas realizadas. Aqui vale fazer todo tipo de análise, comparando o volume alcançado com o do mês passado e o do mesmo mês no ano anterior (afinal, a sazonalidade pode interferir no seu negócio). Faça também uam comparação com os números gerais do mercado. O e-commerce cresceu 20% no Brasil no ano passado. Suas vendas acompanharam o ritmo ou você ficou para trás?

Margem de lucro por produto: Você vende, vende, vende  no final do mês as contas não fecham? Não adianta nada vender muito se você está ganhando pouco. É fundamental entender qual é sua margem de lucro por produto para priorizar aqueles que trazem melhores resultados para o seu negócio.

 

Pronto para colocar seu barco na rota certa? Então crie seus KPIs e não tire o olho deles!