LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

5 dicas para descrever melhor seus produtos

Você compraria uma porção de tubérculos comestíveis? E que tal um pacote de batatinhas fritas crocantes e deliciosas, uma verdadeira explosão de sabor?

Se você ficou mais animado com a segunda opção, não é à toa. O produto é o mesmo, mas a “embalagem” faz toda diferença. Assim como uma boa foto, uma descrição bem-feita dos produtos é fundamental para vender pela internet.

Ao comprar online, o cliente não pode pegar o produto na mão ou ler o que está escrito na embalagem. Por isso, ser muito vago ou pouco convincente na descrição pode ser sinônimo de venda perdida.

Em uma loja física, há sempre um vendedor por perto para ressaltar as qualidades dos produtos, tirar dúvidas e dar aquele empurrãozinho final para a compra.

Na loja virtual, a página do produto deve ser esclarecedora e chamativa o suficiente para conquistar o consumidor por si só.

Como fazer isso? Veja algumas dicas que podem ajudar no processo:

Evite o conteúdo repetido

Copiar e colar as informações da página do fabricante pode ser um tiro pela culatra.

Apesar de ser o caminho mais fácil, seu conteúdo não será diferenciado e dificilmente suas paginas aparecerão nas buscas orgânicas, pois os buscadores não dão destaque a conteúdos repetidos.

Procure trazer informações adicionais e desenvolva um estilo de texto diferente. Dê a ele sua própria cara.

Descreva com criatividade

Apresente o produto com criatividade e não fique apenas na descrição técnica.

Mostre ao cliente os benefícios que o produto pode trazer ao seu dia-a-dia e as vantagens que ele terá em adquiri-lo.

Em vez de um simples – e entediante – “tênis para corrida” que tal tentar um: “com este tênis, suas corridas matinais não serão as mesmas”? Solte a imaginação e liberte o marqueteiro que há em você.

Preze pelas palavras-chave

Trabalhar as palavras-chave nos textos de descrição é importante para o bom posicionamento da loja virtual nos resultados de busca.

Certifique-se de que todos os termos relevantes para aquele produto estão sendo usados – inclusive os seus sinônimos.

Voltando ao exemplo do tênis, palavras como “sapato” ou “calçado” podem fazer sentido para contextualizar melhor o produto.

Além disso, apresentar a marca e modelo do produto na descrição é importante para facilitar a busca do consumidor. “Tênis para corrida Nike Shox” é bem mais específico que “tênis de corrida”, por exemplo.

Dê atenção aos detalhes…

O consumidor deve encontrar na página do produto todas as informações importantes para tomar uma decisão. Medidas, peso, textura, cor – tudo deve ser informado com precisão.

As funções do produto também devem ser detalhadas. Voltando ao tênis: leve, durável, resistente a impacto são exemplos de atributos que podem ser ressaltados.

Se houver mais informações disponíveis no site da fabricante, inclua um link.

…Mas seja objetivo

Quem compra pela internet, em geral, busca praticidade e quer economizar tempo. Fornecer detalhes é importante, mas descrições muito longas e pouco objetivas podem atrapalhar.

Comece com um resumo que enfatiza as características mais importantes do produto: “com quatro molas traseiras, este tênis amortece o passo e proporciona mais conforto ao caminhar”.

Depois você pode complementar com as informações adicionais. Usar “bullets”, negritos ou outros tipos de marcadores ajuda a destacar o que é importante:

·         Produto importado

·         Tecnologia Shox, para maior estabilidade e amortecimento

·         Solado em borracha, para mais conforto e resistência

 

Achou as dicas úteis? Então que tal dar uma revisada nas descrições dos produtos da sua loja? Faça uma experiência!