LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

7 estratégias para administrar melhor sua loja virtual

Se você acha que a única coisa importante na sua loja é faturar, você pode estar trilhando um caminho perigoso. Fechar o mês com um balanço positivo é ótimo, mas não é só isto que mantém uma empresa viva.

Lançada no final de 2011, a Shoes4You era um e-commerce que vendia sapatos no modelo de assinatura. O cliente pagava um valor mensal e recebia uma quantidade determinada de pares em sua casa periodicamente.

Em 2012, a empresa anunciou um faturamento de R$5,5 milhões e sua base contava com 15 mil assinantes cadastrados.

O cenário parecia propício para um 2013 de bons frutos. Mas em abril a empresa anunciou que estava fechando as portas. Motivo? Uma falha na no controle de pagamento estava permitindo que clientes cancelassem o pagamento da assinatura diretamente com o banco, mas continuassem como sócios do clube. Assim, eles permaneciam recebendo os sapatos sem pagar a taxa mensal.

Quando descobriram o problema, os empreendedores já não sabiam mais como contorná-lo, então preferiram liquidar o estoque e baixar as portas de vez.

Encerrar as atividades por problemas administrativos não é caso raro. Recente pesquisa realizada pela Universidade do Tennessee aponta que, em 46% das empresas que fecham as portas antes dos cinco anos de vida, a causa é a incompetência administrativa do dono.

Ficou preocupado e que saber como administrar bem a sua loja virtual? A gente dá algumas dicas:

1. Seja multitarefa

Para estar à frente de um negócio eletrônico, é preciso atuar em diferentes frentes: da busca pelo cliente até a garantia que ele terá uma boa experiência de compra e entrega.

Isso significa estar sempre atendo aos detalhes, do estoque ao processamento de pagamentos, passando pelo monitoramento do atendimento e análise das métricas de visitas e conversão do site, sem contar toda parte burocrática.

2. Organize-se

Lojas online costumam ter operações enxutas, o que significa que, além de se desdobrar em vários papéis, você tem que ser muito, muito organizado.

Mantenha controles de tudo – estoque, vendas, pedidos, entregas. Seja na planilha ou no bom e velho papel, não deixe nada passar.

É cliente da Loja Virtual do UOL Host? Então está mais fácil para você. No painel de controle da sua loja você consegue ver todas as informações centralizadas e acompanhar o andamento dos pedidos.

3. Meça resultados

O número de vendas é um indicador importantíssimo, porém não é o único quando falamos de loja virtual. Acompanhe também o número de visitas, o tempo médio, as páginas mais visitadas, os termos mais procurados, enfim, mapeie o quanto puder do seu site, toda informação pode ser útil e irá ajudá-lo a direcionar sua gestão.

4. Fique de olho nas finanças

Como no caso da Shoes4You, vender muito nem sempre significa vender bem. Para saber se o seu negócio está mesmo dando bons resultados, faça um planejamento das despesas e receitas e mantenha o controle de fluxo de caixa para ver se está correndo tudo conforme o previsto.

5. Tenha parceiros confiáveis

Caso o fornecedor falhe, o consumidor não irá querer saber de quem é a culpa. Ele vai cobrar você, pois foi com a sua loja que ele fechou o negócio.

Busque referências, não feche contratos muito longos no início, faça um período de experiência com novos fornecedores. E tenha sempre mais de uma opção na manga.

6. Seja precavido

Não dependa só dos Correios ou de uma única transportadora. Especialmente em períodos de pico de vendas, estes meios podem falhar e atrasar. Isto sem contar imprevistos como chuva, estradas interditadas ou ainda possíveis greves.

7. Avalie o serviço prestado

Quer saber se você está se saindo bem? Pergunte ao cliente. Isto pode ser feito por meio de avaliações no próprio site, e-mails de follow up após a compra ou até mesmo um formulário de “carta-resposta” acompanhando a mercadoria entregue.

Aborde pontos como atendimento, preço, concorrência, facilidade na busca de produtos em sua loja e entrega. Com estes dados você pode descobrir erros e acertos de sua gestão.

Anotou todas as dicas? Então vamos colocar tudo em prática. Comece fazendo uma autoavaliação para entender quais são os possíveis gargalos da sua administração.