LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Mitos e verdades sobre os marketplaces

Pense em um lugar em que você pode encontrar absolutamente tudo que você queira comprar. Se eBay ou MercadoLivre vieram à sua mente, não é à toa. De lápis e clipes de papel a carros e pianos, você encontra de tudo lá.

Os marketplaces estão entre os espaços mais democráticos da internet. Qualquer um pode vender qualquer coisa que quiser, para quem desejar, pelo preço que bem entender.

E você também já deve ter se perguntado se vale a pena estar lá também.

Por um lado, os marketplaces podem ser vitrines interessantes para ser “encontrado” por novos consumidores. Por outro, é preciso lembrar que todos os seus concorrentes estarão lá também.

Para dificultar ainda mais a decisão, tem um monte de questões que ainda ficam um pouco nebulosas para quem ainda não está familiarizado com o funcionamento destes espaços.

Para ajudar a colocar os pingos nos “is”, vamos revisitar alguns mitos e verdades sobre os marketplaces:

Mito: Você venderá sem esforço

Verdade: O marketplace é um grande shopping online, onde você terá acesso a um grande volume de potenciais clientes. Mas isso não significa que é fácil vender. Para fisgar o consumidor, você terá que ter ofertas interessantes e preços competitivos.

Mito: É mais fácil que criar uma loja virtual
Verdade: O sistema de por trás de um marketplace é bastante similar ao de uma plataforma de loja virtual. Em ambos os casos, você terá que cadastrar os produtos, organizá-los em categorias e ter boas fotos para vender bem.

Mito: Aparecer em um marketplace é caro

Verdade: O marketplace fica sim com uma comissão sobre cada venda – o que não acontece em uma loja virtual. Essa comissão varia de acordo com o volume e preço dos produtos vendidos. Mas, em geral, fica em torno de 10%. Além disso, o anunciante pode pagar a mais para aparecer em uma posição privilegiada, mas essa taxa não é obrigatória.

Mito: Não preciso me preocupar com pagamentos

Verdade: Em geral, os marketplaces têm ferramentas de meio de pagamento integradas, o que facilita a vida. Porém, seu uso não é obrigatório. Se você optar por negociar o pagamento direto com o cliente, será responsável por toda a transação.

Além disso, boas plataformas de loja virtual também oferecem integração com meios de pagamento. É o caso da Loja Virtual do UOL Host, que já vem integrada ao PagSeguro.

 

Tem mais alguma dúvida sobre como funcionam os marketplaces? Faça sua pergunta que a gente responde!