LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Assinatura: esse negócio é para você?

Já imaginou receber seu pão quentinho em casa, todo dia, sem ter de ir até a padaria? Ou, então, não ter de se preocupar em repor o estoque de cuecas e meias quando estiver acabando ou ir até a loja comprar ração para o cachorro todo mês? Tudo isso já é possível hoje, graças ao modelo de compra por assinatura. Funciona assim: o cliente escolhe a opção que mais lhe agrada, definindo a periodicidade das entregas e o pacote de produtos desejados. O valor acordado é debitado automaticamente, e a entrega é feita nas datas combinadas.

Assinatura: esse negócio é para você?

Para quem compra, a grande vantagem é a praticidade. Para quem vende, a garantia de uma receita recorrente e de um cliente fiel.

Dependendo do mix de produtos oferecidos em sua loja virtual, esse também pode ser um modelo interessante para o seu negócio. Se você vende itens que exigem reposição constante – como cosméticos, alimentos ou produtos de saúde –, já é meio caminho andado.

Mesmo que o cliente não tenha necessidade de repor seus produtos todo mês, usando a criatividade é possível conquistar seu espaço.

O clube de assinaturas Oh!Minas, por exemplo, oferece produtos típicos mineiros − como petiscos, doces e bebidas − aos amantes da cultura local. Nesse caso, a possibilidade de ser surpreendido, todo mês, com uma nova iguaria é o atrativo da oferta.

Interessado em explorar essa modalidade? Então confira algumas dicas para se dar bem:

1 - Ofereça uma boa experiência ao cliente. Do contrário, ele se sentirá preso a um mau serviço ou produto. Antes de elaborar a oferta, certifique-se de que ela realmente faz sentido para o público-alvo.

2 - Monitore o uso que ele faz do que é entregue. Faça pesquisas via e-mail ou em seu site para se assegurar de que os clientes estão realmente consumindo o que está sendo enviado. Faça ajuste na quantidade enviada ou mude o perfil da oferta, se sentir que não está satisfazendo o cliente.

3 - Resolver dúvidas e queixas faz parte do negócio. Fique de ouvidos bem abertos ao que os clientes têm a dizer. Uma dificuldade de comunicação pode culminar na perda de uma assinatura, sem falar em problemas na Justiça e falatório nas redes sociais.

4 - Planeje bem o custo de cada produto/serviço oferecido. Inclua na conta o custo de administração do sistema de entrega, solução de dúvidas e problemas, e cobrança. Qualquer erro no preço será multiplicado pelo número de assinantes, e isso pode representar um prejuízo na hora de fechar o balanço.

5 - Prepare seu caixa para um fluxo diferente. Se hoje um valor entra em sua conta cada vez que um produto é comprado, no modelo de assinaturas todo o faturamento fica para a data de vencimento da fatura. Embora seja mais previsível, o fluxo deve ser bem gerenciado para acomodar pagamento a fornecedores e outras despesas.

6 - Esteja preparado para o sucesso. Atender um, dois ou três clientes é simples, mas já pensou na logística de entregar kits na porta de 100 assinantes por mês? Esteja preparado para lidar com o aumento da demanda, criando processos que possam ser facilmente delegados, caso seu negócio prospere.

7 - Nunca pare de melhorar sua oferta. Um dos riscos da venda recorrente é o cliente acabar enjoando do seu produto ou serviço. Por isso, não pare de pensar em novas maneiras de agradar e surpreender.

 

Já faz vendas por assinatura na sua loja virtual? Que tal deixar aqui suas dicas?