LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

6 dicas para migrar para a nuvem com segurança

Você fez as contas, planejou tudo e chegou o grande dia. Mas bateu aquele medo. E agora? Melhor desistir? Nada disso. Tenha coragem, porque vai dar tudo certo. Quem decide migrar os serviços de uma empresa para a nuvem – e nunca passou por esse processo – sente uma boa dose de insegurança. É natural ter receio de algo ainda pouco conhecido. Mas a enorme quantidade de organizações que aderiram ao mundo do cloud computing prova que vale a pena dar esse primeiro passo.

De acordo com um estudo recente da North Bridge Venture Partners, 46% das empresas consultadas afirmaram que a segurança era sua principal preocupação ao migrar para a nuvem. Isso mostra que, à medida que mais organizações aderem, diminui o temor do desconhecido. Quem teve uma boa experiência pode contar a história para os outros. Preste atenção nas dicas a seguir. Elas vão ajudá-lo a também fazer uma migração mais do que tranquila – e segura.

1 - Comece devagar 

No início, escolha alguns poucos serviços e aplicações para rodar na nuvem, como uma primeira experiência. Isso vai permitir que diferentes áreas da sua empresa deem um retorno sobre o que está funcionando direito e digam o que deve mudar.

2 - Defina o que pode migrar 

Cada empresa tem suas necessidades particulares. Algumas aplicações podem rodar bem na nuvem para algumas, enquanto outras vão preferir mantê-las funcionando internamente. Separe o joio do trigo, ou seja, defina o que pode ou não migrar.

3 - Fique de olho na velocidade 

Mesmo que você tenha escolhido um serviço que todas as áreas concordam que funciona via cloud computing, cuidado. Na web, a velocidade pode sofrer variações. Se a aplicação depender de altíssima performance, melhor reavaliar.

4 - Chame a segurança 

Para garantir uma transição sem solavancos, melhor envolver a equipe de segurança de TI desde o início. Eles poderão indicar quais tipos de precaução devem ser tomados. Também têm gabarito para discutir medidas com os técnicos do provedor de cloud.

5 - Repita 

Verifique com o provedor se haverá redundância e como isso vai funcionar. Panes acontecem e, por isso, é importante você garantir que elas não atrapalharão o desempenho da sua empresa.

6 - Faça um bom teste 

Não precisa ter pressa para sair usando a nuvem. Ao migrar, defina um período de experiência, como se você desenvolvesse um software e ele estivesse no estágio inicial. Corrija falhas e, quando tudo estiver estável, abra o acesso para toda a empresa.

>> Baixe grátis o nosso E-book Cloud computing: como trazer sua empresa para a nuvem e tire todas suas dúvidas.