LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Números de ERP que você precisa conhecer

Todo dono de empresa já desejou poder se transformar em uma máquina para otimizar os seus processos. Assim, ele conseguiria cuidar sozinho de todas as operações da companhia: faturamento, vendas, compras, atendimento ao cliente, estoque, fluxo de caixa, folhas de pagamento, impostos, controle de fornecedores e entregas, e por aí vai.

Mas, como essa transformação não é possível (pelo menos por enquanto), a melhor solução para organizar o dia a dia e controlar melhor os processos da empresa é recorrer a um bom software de ERP.

Ainda não está convencido de que precisa dessa ajuda? Confira algumas estatísticas que podem fazê-lo mudar de ideia:

− De acordo com a consultoria Gartner, o segmento movimentou globalmente cerca de 24,5 bilhões de dólares no ano passado. Só no Brasil, a movimentação no período foi de aproximadamente 940 milhões de dólares. A projeção de crescimento mundial para este ano é de cerca de 3%. 

− A e-Consulting prevê que a indústria nacional de ERP fechará o triênio (2012,2013 e 2014) com faturamento de 3,02 bilhões de reais.

− Em 2009, o Brasil já respondia por 50% das vendas de licenças de ERP na América Latina, à frente do México e da Argentina, como divulgou a consultoria IDC. 

− Estudo da consultoria IDC, realizado a pedido da sueca IFS, prevê que os investimentos em ERP móvel (sistemas compatíveis com smartphones e tablets) deverão saltar 59% até 2015. 

− Conforme dados da Microsoft, 34% das empresas que usam a plataforma foram motivadas pela redução de custos na companhia, e 18% pela necessidade de organizar melhor as operações.

− Pesquisa realizada no segundo semestre de 2012 pela Forrester Research apontava que uma em cada quatro pequenas e médias empresas pretendia atualizar o ERP existente ou implementar um novo durante 2013.

− O 2012 ERP Report, estudo conduzido pela Panorama Consulting Solutions com empresas espalhadas por 64 países, inclusive no Brasil, conta que mais de 60% das empresas implementam o sistema de ERP para melhorar sua performance nos negócios.

− Esse mesmo estudo da Panorama constatou que 81% das empresas que usam a ferramenta estão satisfeitas com a plataforma.

− Em julho, o IDC Manufacturing realizou estudo com 460 empresas de diversos setores industriais em 13 países. Um dos resultados mostra que 75% das companhias entrevistadas, com mais de 5 mil funcionários, consideram o ERP uma plataforma essencial para promover uma boa experiência para o cliente e conectar o front e back office de uma empresa.

− A pesquisa revela, também, que nas companhias com até mil funcionários o resultado é bem diferente. Aproximadamente 40% ou não têm ERP, ou usam algum sistema amador com diferentes sistemas interligados, que dificultam a conexão entre os setores da empresa.

− O IDC listou, também, os cinco benefícios da ferramenta que foram mais apontados pelos entrevistados: 

1 - Poder de adaptação para atender melhor os clientes;

2 - Melhora na visibilidade de informações precisas e oportunas da cadeia de valor;

3 - Mais rapidez no processo de tomada de decisões;

4 - Histórico de interação dos clientes;

5 - Simplificação ou automatização dos processos de negócios.