LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Tablets: o futuro (próximo) do e-commerce

Nem mesmo a dupla Hanna-Barbera, ao escrever o desenho “Jetsons”, imaginou que no futuro cada pessoa andaria com seu “computador de bolso” a tiracolo. Mais práticos e menores do que os laptops, os tablets caíram no gosto popular, inclusive dos brasileiros.

No terceiro trimestre de 2013, as vendas de tablets aumentaram 134% no Brasil, em comparação ao mesmo período de 2012. Entre julho e setembro do ano passado, foram vendidos no Brasil 1,8 milhão de unidades do aparelho. Os dados são de uma pesquisa realizada pela consultoria IDC.

A previsão da consultoria é de que o quarto trimestre registre o maior volume do ano, com 2,6 milhões de unidades comercializadas, totalizando 7,9 milhões de aparelhos vendidos em 2013. No ano todo, a venda de tablets deve superar os 10 milhões de unidades.

Com esse cenário, fica difícil para o comércio eletrônico ignorar esses dispositivos. Diversas pesquisas já apontam os tablets como peça importante para o e-commerce em um futuro beeem próximo. Veja só algumas delas:

- Levantamento do BI Intelligence (departamento de pesquisa do veículo americano Business Insider) revela que 50% do total das compras feitas por dispositivos móveis serão realizadas por tablets. De acordo com o estudo, os smartphones vão perder lugar no comércio eletrônico.

- Estudo da Forrester Research, baseado em uma pesquisa conjunta com a Bizrate Insights, concluiu que, apesar de apenas 9% dos entrevistados possuírem tablets, as vendas via este dispositivo já respondem a 20% do total do m-commerce, e 60% dos proprietários destes aparelhos os utilizam para fazer compras.

- A Forrester também prevê que um terço dos americanos adultos possuam tablets até 2015.

- De acordo com a comScore, os tablets são responsáveis por 59% do tempo gasto em sites de compra.

- Pesquisa realizada pela Mobi.life/E.life Group, sob encomenda da Pagtel, em São Paulo, Porto Alegre, Brasília, Rio de Janeiro, Recife e Belém aponta que 75,5% dos entrevistados afirmaram que provavelmente ou com certeza farão uma compra pelo celular ou tablet no futuro.

- Um estudo da Shop.org em parceria com a Forrester Research mostra que 49% das empresas entrevistadas declararam que o tíquete médio das compras realizadas através de tablets supera o valor médio dos pedidos realizados em computadores tradicionais. 

 

Fique de olho nos dados acima e não perca a oportunidade de surfar nessa onda. Invista já no design responsivo – item obrigatório para atingir o público do m-commerce – e boas vendas!