LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Série Black Friday: Organize-se para que seu BackOffice não te deixe na mão

A série Black Friday veio para ajudar os lojistas virtuais a se prepararem para a principal liquidação do comércio eletrônico. Planejamento, logística e atendimento serão temas abordados nos próximos textos. Além disso, iremos trazer dicas para o período pós-evento, que muitas vezes acaba sendo esquecido pelos empreendedores, mas é bem importante para o sucesso absoluto da ação. Esse é terceiro texto de um total de 5. Não deixe de conferir os outros:

Série Black Friday (Parte 1): Prepare-se para esse grande evento do comércio eletrônico

Série Black Friday (Parte 2): Planeje-se para não fazer feio na sexta-feira

Enquanto isso, por trás das telas...

Como está o cenário em sua loja? Nada adianta deixar o site bonitinho, organizado e com ofertas imperdíveis, se a sua estrutura estiver uma bagunça.

É preciso organizar todos os pontos e deixar tudo perfeitamente alinhado para que na sexta-feira dos descontos, a loja funcione a todo gás.

Segundo dados do site Reclame Aqui, em 2015, foram registradas 4.400 reclamações sobre as lojas virtuais participantes do evento, e grande parte das queixas diziam respeito a dificuldade de acesso aos sites, impossibilitando a conclusão de compras. Apesar do alto número, houve uma redução significativa de reclamações, que no ano anterior chegaram a mais de 12 mil.

Portanto, se não quiser fazer parte dessas estatísticas nesse ano, comece já a rever sua estrutura. Veja quais são os principais pontos e o que você deve fazer para deixar tudo impecável:

Reveja a infraestrutura tecnológica

São apenas 24 horas de mega liquidação e o público sabendo disso, quer logo garantir a sua compra. Portanto, seu site tem que estar preparado para picos de acesso, especialmente na primeira hora.

Reveja o seu sistema para suportar, pelo menos, o dobro de acessos registrado normalmente. Aproveite para verificar falhas nas etapas, verificando desde a homepage até o checkout, passando por todas as outras páginas do site.

Navegue também por todas as etapas que um cliente irá encontrar, como pagamento, cálculo de frete e cadastro. Além de fazer com que você perca vendas, falhas tecnológicas comprometem sua reputação.

Prepare seu estoque

A maior decepção para o cliente é tentar comprar um produto e encontrá-lo indisponível. Por mais que todos saibam que na Black Friday o estoque se esgota rapidamente (e é por isso que acontece o grande pico de acesso na primeira hora, como citado acima), ninguém quer ficar sem o seu.

Portanto, abasteça o seu acervo com as peças que farão parte da liquidação e faça o controle rigoroso das mercadorias. Vender e não ter para entregar é um erro gravíssimo e que pode lhe trazer uma baita dor de cabeça.

Reforce sua logística

Reforço na equipe também é um ponto crucial. Você precisará ter agilidade para controlar saídas do estoque, processar pagamentos, embalar e despachar produtos.

Já deixe adiantado o que for possível, como por exemplo, a proteção nos produtos frágeis, etiquetas das embalagens e, por que não, um bilhetinho ou um mimo para o cliente? Lembre-se que muitos deles são marinheiros de primeira viagem em sua loja, e você quer que eles se tornem clientes fiéis, não é mesmo?

Dê atenção às entregas

Em uma rápida pesquisa no Reclame Aqui, você vai encontrar diversas reclamações sobre entrega de produtos comprados na Black Friday. E como o que é combinado não sai caro, seja transparente e deixe claro para o consumidor quando será feita a entrega.

Estabeleça prazos bem definidos, levando em consideração que o volume de produtos a ser despachados após a data será maior que o normal. Então, não prometa o que não irá poder cumprir.

Se você está acostumado a trabalhar somente com um fornecedor, como os Correios, por exemplo, essa é a hora de ter uma segunda opção e até terceira. Um serviço de transportadora somente na semana que sucede o evento, por exemplo, pode ser uma opção para desafogar as entregas na região de sua loja, deixando para os Correios somente as mais distantes.

⇒ Descubra, no vídeo abaixo, como vender mais na Black Friday usando as ferramentas certas:

Aprimorar o atendimento também faz parte da estratégia de reforço da estrutura, mas esse tópico fica para o próximo texto, que irá falar também sobre divulgação. Não perca os próximos textos: 

Série Black Friday (Parte 4): Atender bem e divulgar sempre. Esse é o lema!

Série Black Friday (Parte 5): E depois da Black Friday?