LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

7 estratégias que vão ajudá-lo a fazer suas primeiras vendas online

A primeira venda de uma loja é tão mítica que, às vezes, parte do dinheiro envolvido acaba virando uma espécie de talismã para o negociante. Não é para menos: você já reparou em como as pessoas parecem se aglomerar mais em lojas, restaurantes e até casas noturnas quando elas já estão bem cheias, e como os lugares que estão vazios enfrentam grande dificuldade para atrair novos clientes? É uma questão de confiança e expectativa.

Quando veem que outras pessoas estão comprando, as pessoas se sentem mais impelidas a comprar também e mais seguras de que vai dar tudo certo.

Mas o que é preciso fazer para conseguir esse tão almejado cliente número 1? Confira algumas estratégias que podem ajudá-lo nessa missão.

1) Peça uma força aos amigos e familiares

Sabe aquela história da mãe que sempre diz que o filho é perfeito? Pois bem, é hora de tirar proveito dela. Quando ninguém (ou quase ninguém) te conhece ainda, seus pais, tios, primos e amigos de verdade podem ajudar a mostrar ao mundo que você é honesto, que seu produto é bom e o preço é justo. Convide-os a comprar e a compartilhar as experiências e novidades da sua loja nas suas redes sociais.

2) Experimente os comparadores de preço

Os comparadores de preço são uma boa maneira de dar visibilidade ao seu negócio. Aqui a chave é ter preços agressivos, mesmo que apenas para alguns itens – a ideia é fazer com que o cliente conheça a sua loja e faça a tão desejada primeira compra. Depois você pode lançar mão de uma série de estratégias para transformá-lo em um cliente fiel.

3) Explore outros canais

Está difícil trazer as pessoas para a sua loja? Que tal levar sua loja até elas? Tente explorar outros canais, como marketplaces e até eventos no mundo físico, como feirinhas ou exposições ligadas à sua área. Montar um pequeno showroom com seus produtos para degustação pode ser outro caminho para mostrar que você existe e dar um impulso inicial às vendas. Parcerias com lojas que oferecem produtos complementares aos seus também podem ser interessantes.

4) Peça um empurrãozinho para seu fornecedor

Se você trabalha com produtos de terceiros, peça a eles que indiquem sua loja aos clientes que pedirem referências. Afinal, se ele ajudá-lo com esse empurrão inicial, aumenta a chance de suas vendas decolarem e vocês se tornarem parceiros de longo prazo.

5) Use o Google AdWords

Os links patrocinados podem ser uma alternativa interessante para trazer pessoas que nunca ouviram falar de você para dentro da sua loja. A razão é simples: seus anúncios só aparecem para quem está procurando algo relacionado ao que você tem para oferecer, portanto, as chances de acertar no alvo aumentam. A vantagem é que dá para começar gastando bem pouco.

6) Anuncie no Facebook

O Facebook Ads é uma alternativa para promover sua loja e atrair clientes. Uma das vantagens da plataforma é que torna possível segmentar bem o público-alvo, o que aumenta as possibilidades de conversão. A recomendação aqui é a mesma da dica anterior: comece devagar, gastando pouco e medindo os resultados.

7) Relacione-se com influenciadores

Dependendo do seu nicho de atuação, vale a pena conhecer quem são os blogueiros e formadores de opinião influentes e tentar uma aproximação com eles para se apresentar. Enviar seu produto com um texto de apresentação da sua loja é uma maneira de começar esse relacionamento.

Mas pense muito bem antes de investir nessa estratégia, pois ela pode ser arriscada. Se o influenciador não gostar do seu produto, poderá falar mal dele para todos os seus fãs e seguidores – e não há nada que você possa fazer a respeito disso.

Saiba, também, que enviar um produto para avaliação não é nenhuma garantia de que o blogueiro ou jornalista vá falar sobre ele. Por fim, há ainda os blogueiros que trabalham apenas com posts pagos (que, diga-se de passagem, não custam nada barato). Nesse caso, nem vale tentar a aproximação, a menos que você esteja disposto a colocar a mão no bolso.