LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

UX Design: Como melhorar a experiência do usuário na sua loja virtual

Imagine que você está passeando em um shopping, e vê uma loja que está com 15% de desconto em qualquer peça. Você entra para conferir, mas os funcionários não se preocupavam em atendê-lo bem. Além disso, a bagunça é tanta que, entre as peças jogadas no balcão, você não encontra que lhe agrade.

Já o concorrente, de frente, tem vendedores simpáticos e dispostos a ajudá-lo a encontrar uma peça que, com certeza, irá lhe cair super bem. Além disso, a loja tem itens todos organizados por cores e tamanhos, e para completar, o ambiente é climatizado. O ar condicionado está na medida certa e o cheiro suave de flores acalma seus ânimos.

O único “porém” é que essa loja não está com descontos tão agressivos quanto aquela vizinha, com a qual você não teve uma boa experiência. Mas mesmo assim você escolhe a concorrente e sai feliz com a sua nova aquisição.

Se essas lojas estivessem no ambiente virtual, e não físico, poderíamos dizer que, muito provavelmente, a loja escolhida pela cliente se utilizou do UX Design na hora de construir sua estrutura.

Conhecido em português como “experiência do usuário”, o conceito busca integrar diversos aspectos, como tecnologia, usabilidade, aparência, facilidade e rapidez, para proporcionar uma melhor interação do cliente com a interface.

A ideia é de que todo o site trabalhe harmoniosamente para transmitir ao visitante a sensação que aquela compra vai melhorar de alguma forma sua vida. E de fato, o esse tipo de tratamento conquista o consumidor.

Uma pesquisa realizada pela Avaya, empresa fornecedora de software de comunicação, constatou que para 82% das pessoas uma experiência positiva é muito importante na fidelização com uma empresa. E investir no UX Design é um caminho para proporcionar esse momento inesquecível ao cliente.

Agora você deve estar pensando: tudo bem, mas para fazer isso vou precisar investir em profissionais para redesenhar minha loja, e consequentemente, desembolsar uma grana, certo?

Não é bem assim. Existem sim profissionais especializados, os UX designers, mas se você não tem dinheiro para investir no momento, há algumas técnicas que você mesmo pode colocar em prática. Aprimorando os pontos a seguir, você já irá proporcionar uma melhor experiência ao seu cliente:

Invista em fotos grandes

Você bem sabe a importância de publicar fotos bem tiradas em seu site. Mas a dica de Donald Norman, um dos pioneiros do “user experience”, é explorar também o tamanho das imagens.

Elas devem ocupar um espaço maior na tela para dar visibilidade aos detalhes e “encher os olhos” dos visitantes.

Quer entender como funciona na prática? Dê uma olhada no site da Loja Melissa. As fotos dos sapatos estão cada vez maiores e mais próximas do real. Aliás, cabe citar que a marca sabe trabalhar a experiência do usuário em todas as pontas. Em suas lojas físicas, os visitantes ganham até brigadeiro de colher, sem precisar comprar nada, basta entrar no local.

Vale ressaltar que as imagens não devem ter nenhuma semelhança com banners, pois a possibilidade do visitante ignorá-las é grande. Use fotos reais do produto.

Comentários encorpados

Mais um item que, para quem acompanha nossos textos, já é sabido. As resenhas de produtos ajudam os clientes a decidir e dão um “empurrãozinho” para que eles concluam a compra.

Mas é possível, e preciso, ir mais além. O cliente é curioso. Pense, por exemplo, como ele agiria ao receber uma opinião de um desconhecido em uma loja física. Provavelmente, ele iria puxar papo com essa pessoa. Perguntaria o nome, iria querer saber mais sobre ele, se bobear, trocariam até telefones.

Peça alguns dados, como idade, sexo e cidade, do cliente quando ele for escrever uma avaliação sobre o produto. Essas informações podem aproximar o cliente da realidade dele.

Por exemplo, uma adolescente se interessa muito mais pelo que outra jovem de sua faixa etária tem a comentar sobre um produto do que pela opinião da própria mãe (ou de uma amiga da sua idade).

Você pode disponibilizar, ainda, a interação entre os comentários, permitindo que quem escreve sobre um produto também receba avaliações de outros usuários sobre o conteúdo publicado.

A loja virtual d'O Boticário permite que o visitante marque a avaliação como “útil” ou não. Além disso, é possível responder o comentário do cliente.

Facilidade para usar cupons   

Os cupons de descontos existem para agradar um cliente e não para causar dor de cabeça na hora da compra. Muita complicação para solicitar o desconto, “quebra todo clima” que você criou ao oferecer esse mimo ao consumidor.

Basta dar uma olhada no Reclame Aqui e irá ver a quantidade de lojas que vacilam nesse item, e deixam o cliente irritado.

Facilite a aplicação do desconto sobre o valor total. E já deixe claro, logo, o valor que será ofertado. Com essa informação visível, o usuário pode até comprar mais, utilizando o valor economizado para selecionar outros produtos.

 

Viu como o UX Design é menos complexo do que você imaginava? Comece já colocando essas dicas em prática e colha os resultados.