LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Checkup: teste se sua loja virtual está no rumo certo

Dirigir um negócio se parece um pouco com comandar um navio em alto-mar: se o capitão não estiver o tempo todo checando seus mapas, o vento, o clima e seus aparelhos de navegação, ao menor descuido, poderá estar vagando sem rumo na imensidão azul.

O mesmo acontece com seu e-commerce (e, na verdade, com qualquer tipo de negócio). Readequar rotas, conhecer suas qualidades e dificuldades, adiantar-se na solução de problemas que virão e estar preparado para mudanças faz parte do dia a dia.

Com tempo e prática, todo empreendedor aprende o que é mais importante para manter seu negócio funcionando e lucrativo, quais indicadores devem ser checados frequentemente e que processos merecem mais atenção.

Mas, para começar, listamos aqui cinco perguntas que você sempre deve se fazer para ter certeza de que ele está no rumo certo.

1) Como estão suas vendas?

Qual é a quantidade de pessoas, dentre as que visitam seu endereço, que de fato compram algo de você? Levantar esse número – também conhecido como taxa de conversão – é fundamental para saber se você realmente está vendendo bem. E a lição de casa vai além de saber o número absoluto: você deve estabelecer comparações. Esta porcentagem está em crescimento ou vem decaindo? Qual a média do mercado no seu ramo? Qual é o gasto médio de cada cliente? Esses dados são um verdadeiro mapa do tesouro para sua loja virtual.

2) Quanto cada produto rende, de fato?

Vender muito não significa lucrar muito. Contabilize quanto, de fato, você vem ganhando na venda de cada produto na sua loja. Nesta conta entram seus custos fixos – como o salário dos empregados e o aluguel – e todos os gastos envolvidos na produção ou aquisição dos seus produtos. Subtraindo esses valores do preço de venda, você saberá qual é sua margem de lucro. O ideal é fazer a conta para cada produto do portfólio, assim você terá a dimensão exata do que é mais interessante vender. Talvez você encontre até alguns itens que devem sair da sua vitrine virtual.

3) Os clientes encontram as informações de que precisam?

Cheque seus registros de atendimento ao consumidor e descubra se há uma pergunta (ou várias) que você responde com frequência para diferentes clientes. Além de apontar possíveis gargalos na sua operação, esse dado permitirá que você disponibilize a informação buscada de maneira simples, em um FAQ ou nas próprias páginas de produto. O importante é evitar que o cliente fique perdido e vá embora do seu site sem comprar nada.

4) O que chama a atenção dos compradores?

Você sabe qual é sua galinha dos ovos de ouro, aquele produto que vende como água e que atrai sempre novos clientes para sua loja? Conhece bem as palavras-chave e imagens que atraem mais visitantes para o seu site? Ter essas informações em mãos ajuda a investir sua verba de marketing com mais eficiência e manter suas vendas sempre aquecidas. Você pode fazer isso analisando os próprios cliques no seu site.

5) O que você pode fazer melhor?

O bom empreendedor sabe que não pode parar nunca de se aprimorar. Você já se perguntou hoje o que pode fazer para tornar seus clientes mais felizes, seu negócio mais competitivo, sua loja mais atrativa? Inclua essa pergunta na sua rotina de checkup para continuar inovando e faça brainstorms periódicos com sócios, funcionários e até com clientes para saber o que pode ser melhorado. Estar aberto a mudanças lhe fará bem não apenas nos negócios, mas na vida!

Já fez seu checkup hoje?