LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

9 erros que você deve evitar no assunto do seu e-mail marketing

Todos os dias de manhã, quando você checa seu e-mail, sua caixa de entrada exibe dezenas de novas mensagens, certo? O que o faz abrir ou não cada uma delas e definir quais devem ser lidas primeiro? O assunto, claro!

Não à toa, essa é a parte mais importante do seu e-mail marketing. Dados divulgados na Email Evolution Conference mostram que 69% das pessoas se baseiam no assunto antes de abrir a mensagem e 60% dos destinatários clicam em “denunciar como spam” baseando-se somente nesse campo, antes mesmo de abrir a mensagem.

Quer que seus e-mails sejam abertos e lidos? Então, veja 9 coisas que você não deve fazer no título das mensagens:

Títulos longos

Tenha em mente que o assunto do e-mail deve informar o essencial nos primeiros 25 caracteres, pois ele nem sempre será exibido por completo.Tente não ultrapassar esse limite e foque em passar a mensagem principal em poucas palavras.

Títulos minimalistas

A menos que o destinatário seja de um amigo bem próximo, dificilmente alguém irá abrir um e-mail com o assunto: "Oi!" . O título tem que resumir o que aquele e-mail contém. Por exemplo: em vez de escrever somente “novidade”, opte por: “nova coleção de verão”. Além de mais atrativo, fica mais claro e objetivo.

Caixa alta

Na internet, usar a tecla Caps Lock (que deixa todas as letras maiúsculas) é o mesmo que gritar. E você não quer ser deselegante com seu cliente, não é mesmo? E não é só uma questão de bom senso. Muitas vezes, os filtros de spam retêm mensagens com assuntos escritos dessa maneira.

Títulos muito generalistas

Como já dissemos antes, o assunto tem que resumir o conteúdo da mensagem de maneira atrativa. Evite assuntos cansativos e desinteressantes como: “Conheça a linha de produtos eletrônicos da nossa loja”. Além de longo não tem nenhuma “isca”. Cadê o diferencial? O que tem de imperdível entre esses eletrônicos? É isto que você deve destacar no título!

Incluir as abreviações “Re:” ou “Enc:”

Algumas lojas usam esse truque para tentar enganar o cliente, fingindo que a mensagem enviada é uma resposta a um pedido dele. Essa é uma péssima ideia. O cliente não é bobo para cair nessa e pode ficar extremamente ofendido com a tentativa de trapaça.

Pontuação Excessiva



Grande liquidação, imperdível!!!!!!”. Jamais construa frases assim no assunto. Além de doer nos olhos, pontos (sejam eles de exclamação ou interrogação) e também símbolos (cifrão, porcentagem, asteriscos, etc.) podem ser interpretados como indicadores de spam. Cuidado!

Palavras que possam configurar spam

Da mesma forma que algumas palavras são mais eficazes para atrair cliques, outras acendem o sinal vermelho dos provedores de e-mail, fazendo com que sua mensagem seja barrada. Conheça algumas delas: termos relacionados a sexo e BBB, mala direta, agora, já, divulgue, compre, dinheiro e webcam.

Exagerar no suspense

O assunto deve dizer o que tem na mensagem, e não alguma frase que tente convencer o usuário a abri-lo sem saber do que se trata. Algumas empresas usam assuntos como “Abra e descubra o que preparamos para você” ou “Abra e descubra um mundo de vantagens”. Enfim, esse tipo de apelo não funciona. São tantos e-mails que chegam diariamente, que dificilmente o leitor vai querer “pagar para ver”.

Erros gramaticais

Todo cuidado é pouco. Revise não só o título, mas também todo o conteúdo da mensagem antes de enviá-la. E-mails com erros perdem a credibilidade com o leitor, e, se essa falha estiver logo no título, as chances de a mensagem ir para o lixo sem ser lida são grandes.

Agora que você já sabe o que não deve fazer, monte um e-mail marketing bacana e conquiste novas vendas!