LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

5 ideias de negócios para ganhar dinheiro sem sair de casa

Livrar-se da rigidez do relógio de ponto, do salto alto e da gravata, da pressão do chefe e das horas perdidas no trânsito. Esse é o desejo de muita gente que quer deixar o emprego para empreender do conforto do seu lar.

Com a tecnologia disponível hoje, muitas atividades profissionais podem ser desenvolvidas de casa. Mas trabalhar em casa, mesmo no seu próprio negócio, exige muita disciplina e dedicação.

⇒ Leia aqui tudo que você precisa saber para montar sua Loja Virtual e começar já a ganhar dinheiro sem sair de casa!

 

Segundo Reinaldo Messias, consultor do Sebrae-SP, o empreendedor deve se preparar para encarar a rotina como faria se fosse para um escritório. “Quem opta por trabalhar em home office não pode tratar o negócio como parte da casa. Ficar de pijama e trabalhar no quarto, nem pensar”, diz o consultor.

Tendo isso em mente é possível ganhar dinheiro sem sair de casa, sim. Veja algumas ideias de negócios que podem ser montados na sua sala (ou cozinha, quarto, jardim...):

Programador e Designer de sites

Construir sites, desde a linguagem de programação até o desenvolvimento de layout e identidade visual. É isso que faz Alessandro Guimarães. Ele comanda há três anos a Web House Design, empresa de criação de sites e soluções em web, que funciona em um cômodo de sua casa.

“Não me vejo mais trabalhando em uma empresa e abrindo mão da liberdade que trabalhar em casa me proporciona. A responsabilidade aumenta, e muito, mas também há mais caminhos para conhecer o seu próprio potencial e se desenvolver como profissional”, comenta Guimarães.

Ao abrir a própria empresa, o desenvolvedor teve que lidar com as dificuldades de se posicionar no mercado. “Minhas primeiras fontes de divulgação foram os amigos mesmo, que recomendavam meu trabalho”, diz. Mas também, de acordo com o profissional, existiu a necessidade de diferenciar seu serviço.

Para conquistar seu espaço, Guimarães aposta no atendimento personalizado, cumprimento de prazos e transparência nas informações dadas aos clientes sobre o andamento de seus projetos.

⇒ Seu negócio não é de venda online? Então veja aqui como criar um site para sua empresa! 

Personal Organizer

Por mais que tenha vontade, tem gente que não nasceu para “essa coisa” de organização. Nessas horas, contar com um profissional é uma mão na roda. Mas engana-se quem acha que é preciso que o personal esteja presencialmente em cada local que será organizado. A empresa Mudança Organizada  é prova disso.

“A demanda de pessoas que procuravam pelos nossos serviços, mas moravam em outro estado fez com que nós começássemos a oferecer uma assessoria via telefone ou Skype”, conta Gisele Steele, sócia da Mudança Organizada.

A consultora vê sucesso no serviço de assessoria remota por exigir justamente uma das principais habilidades que um profissional de organização precisa ter: a comunicação.

“Entender o que o cliente precisa é a parte mais importante do trabalho. Precisamos saber como ele lida com o desapego de suas coisas”, comenta a personal.

Designer de Interiores

Uma planta ali, um quadro acolá, e pronto, o ambiente já parece outro! Pequenas mudanças podem dar uma “nova cara” para um local. Mas, muitas vezes é preciso que esse olhar seja externo. É aí que entram os serviços online da designer de interiores Jacklen Dantas.

“Uma vez uma brasileira que mora em Washington (EUA) ligou para o meu escritório e disse que não buscava um projeto e sim uma simples dica. A partir daí, surgiu a ideia de orientar as pessoas pela web”, explica Jacklen.

Para a designer, fazer o atendimento online torna o serviço mais econômico. Já que essas consultorias são mais simples do que um projeto completo de decoração que, esse sim, exige visitas no local.

“A consultoria online ajuda as pessoas a melhorarem a aparência de seu ambiente sem correr o risco de errar comprando materiais ou contratando mão de obra errada”, conta a consultora.

De acordo com a designer, 50% dos seus atendimentos agora se dão pela internet. “Presencialmente ainda atuo muito no Rio de Janeiro e Niterói, mas com a internet, já consegui clientes de outros estados e até mesmo fora do país”, conta a consultora.

⇒ Com o Site Pronto do UOL HOST você coloca seu negócio na internet de maneira rápida e fácil. Confira!

Professor virtual

O estudo “Panorama das MPE do Estado de São Paulo – 2015”, feito pelo Sebrae-SP, prevê que a participação das MPEs (micros e pequenas empresas) no setor de serviços será de mais de 50% até 2022. 

Um dos setores de serviço que mais cresceu nos últimos anos, de acordo com o mesmo estudo, foi o de educação, com taxa anual de crescimento de 8%. E com a internet, as oportunidades de ser um professor independente de uma instituição aumentam.

Pelo menos é nisso que acreditam pessoas como André Klein, professor alemão e autor do livro “How to Teach Online without Selling Your Soul” (Como ensinar online sem vender sua alma, em português). 

Tanto no livro, quanto em seu blog, Klein foca em ensinar professores a lidarem com conceitos de marketing para que possam entrar no mercado de maneira positiva e independente. O autor também acredita que ser o dono da própria escola, ou melhor dizendo, ser a própria escola, ajuda o professor a sair dos baixos salários que normalmente são pagos para os profissionais em instituições ou mesmo em sites de ensino online.

Revendedor de produtos de beleza

Ano passado a marca de cosméticos Avon chegou ao número de 1, 5 milhão de revendedoras no Brasil. Atuar como representante de vendas de produtos de beleza é uma oportunidade para quem quer trabalhar de casa.

Além da tradicional venda de “porta em porta” e em salões de beleza e outros espaços, muitas revendedoras de cosméticos criam seus próprios sites, para chegar com mais facilidade ao consumidor.

Segundo Messias, do Sebrae, uma vantagem de ser um revendedor é não ter que se preocupar muito com detalhes fiscais. “As contas de tributação são de responsabilidade da empresa que quer fabrica os produtos. Só é importante conferir se você está vendendo um produto legalizado, dentro das normas brasileiras”, aconselha o consultor.

Viu só? É possível ganhar dinheiro sem sair de casa. Com esforço, criatividade e dedicação, você também pode chegar lá. Boa sorte!