LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

9 vantagens de ter uma loja virtual mesmo que você venda pelas redes sociais

Coisas que só uma plataforma profissional pode fazer por você

Facebook, Instagram, WhatsApp – é comum que esses canais, criados para a interação pessoal, sejam utilizados no universo comercial como suporte de vendas de produtos.

A estratégia até rende bons resultados, porém, investir em uma plataforma de e-commerce é um passo que pode mudar totalmente a “cara” de uma empresa, profissionalizando o atendimento e fazendo-a crescer.

“É muito importante o empreendedor investir em uma plataforma de e-commerce. Nela, o potencial de criar e personalizar sua loja é infinitamente maior do que em uma mídia social”, destaca Christoph Mayer-Loos, consultor da Dr. e-commerce e especialista em e-commerce.

A gama de ferramentas e recursos oferecidos pelas plataformas de lojas virtuais traz praticidade tanto para o consumidor quanto para o lojista, que tem toda a sua operação facilitada e organizada de forma automática, o que não acontece em negociações nas redes sociais.

“Como saber o número do pedido daquela pessoa? Um mês após a compra, como você vai buscar a informação daquele cliente para enviar um e-mail marketing? Como saber se o cliente já comprou mais de uma vez? Então, se você quer trabalhar de forma profissional precisa de uma plataforma”, afirma o especialista em internet e tecnologia Franklin Bravos.

Além disso, redes sociais estão constantemente passando por mudanças, tendo novas funções acrescentadas ou desativadas, o que pode influenciar na dinâmica de vendas.

Ainda não está convencido da importância de um sistema de e-commerce? Então confira, abaixo, nove vantagens dessas plataformas e repense sua decisão!

1.     Mais profissionalismo e segurança

Comprar pela internet não inspira mais tanta desconfiança quanto no passado. O e-commerce conquistou o consumidor e tem um espaço no mercado muito bem consolidado, mérito de lojas virtuais bem estruturadas.

Pouco importa o porte do negócio – quando o consumidor compra em uma loja virtual, tem a sensação de estar lidando com uma empresa séria, profissional e segura, o que nem sempre acontece em uma transação via rede social.

“Ter uma plataforma estruturada vai passar confiança para o consumidor, pois ele estará comprando de uma empresa, e não de uma pessoa”, acentua Bravos.

bannerebookprimeiraloja-1474486322849_600x150.png (600×150)

2.     Vendas a qualquer dia e horário

Para Erika Lisboa, especialista em Negócios e professora do UniCEUB, a plataforma de e-commerce oferece independência ao consumidor. “O cliente se beneficia com a maior comodidade de poder fazer uma compra 24 horas por dia sem depender de um vendedor”, explica.

Se esse é um grande atrativo para o consumidor, também é uma grande vantagem para o lojista, que pode vender seus produtos mesmo quando não está online nas redes sociais.

É o caso da Nerd Zone, loja virtual de produtos voltados para a cultura nerd e geek que também trabalha com vendas por meio de um perfil no Instagram e do WhatsApp.

Ian Freitas, proprietário da Nerd Zone, porém, reitera que esse atendimento está restrito ao horário de trabalho da equipe, o que limita a possibilidade de compras a um período específico do dia – coisa que não acontece no site da loja.

“A loja virtual está aberta 24 horas por dia, sete dias por semana, e gera pedidos sem que eles precisem passar por alguém da equipe”, conta.

3.     Maior praticidade no processamento de pedidos

A loja virtual não só promove a praticidade na compra a qualquer momento, como também possibilita um controle cuidadoso de cada pedido. A gestão de vendas com o auxílio de uma plataforma de e-commerce é muito mais prática e organizada.

Todas as etapas do processamento do pedido são registradas e as informações são acessíveis e detalhadas. Dessa forma, a segurança da transação é garantida tanto para o consumidor quanto para o lojista.

“Quando um consumidor entra em contato para obter informações sobre o pedido, basta entrar na plataforma e você terá todo o histórico: dia da emissão da nota fiscal e o dia em que ele foi postado. Quando você não tem isso, o risco de esquecer o pedido de um cliente é muito grande”, pontua Bravos.

4.     Facilidade de monitoração de desempenho

Graças à característica de registros e históricos, a loja virtual oferece um grande diferencial para quem tem um negócio: a chance de acompanhar de perto o desempenho da empresa sem perder nenhum dado.

Além disso, com os dados oferecidos ainda é possível mostrar produtos do interesse de cada cliente e enviar mensagens quando itens são abandonados no carrinho, fazendo com que a compra se concretize.

“Os relatórios disponíveis nas plataformas facilitam a tomada de decisões que mantêm a empresa mais competitiva no mercado, trazendo mais conversão de clientes e aumentando, assim, seu faturamento”, assinala Lisboa.

5.     Possibilidade de comunicação eficiente por e-mail

Graças aos registros de atividades e às informações que os clientes fornecem no momento do cadastro na loja, é possível construir uma eficiente estratégia de comunicação por e-mail.

Para Mayer-Loos, contar com a possibilidade do envio de e-mails transacionais é uma das grandes vantagens da plataforma de e-commerce. “Por meio desses e-mails, o lojista informa cada passo do processamento do pedido ao cliente, deixa-o a par do que está acontecendo e transmite segurança”, destaca.

⇒ Siga nossas 10 dicas para você criar uma loja virtual de sucesso.

Além disso, a loja virtual pode trabalhar as potencialidades do e-mail marketing – enviando ofertas, divulgando novidades em produtos, montando uma newsletter – e criar um relacionamento próximo e direto com cada cliente.

6.     Maior visibilidade dos produtos

A loja virtual funciona como uma espécie de vitrine na qual o consumidor pode encontrar todos os produtos do estoque. A localização dos itens é facilitada pela existência de recursos próprios das plataformas de venda como ferramenta de busca, páginas específicas por tipo de produto, filtros por faixa de preço ou categoria.

Diferentemente das redes sociais, nas quais informações acabam se perdendo no fluxo constante de postagens, as lojas virtuais são organizadas e de fácil navegação. Para Andrea Herrmann, designer e proprietária da marca de joias La Chica de Oro, esse é um dos pontos fortes da plataforma de e-commerce.

“Na loja, todas as nossas joias estão à disposição do cliente, o que pode incentivar uma venda maior. Todos os produtos podem ser localizados por meio do sistema de busca disponível no site, ferramenta que não temos nas redes sociais”, aponta Andrea Herrmann.

A marca comercializa seus produtos por meio da loja virtual, do Instagram e do WhatsApp. Embora o Instagram seja o carro-chefe de vendas da marca, o consumidor sempre é aconselhado a realizar o pedido pelo site.

“Dessa forma temos mais controle sobre a transação. A loja virtual é de extrema importância para a segurança da marca e do cliente”, conclui Herrmann.

⇒ Leia também: 6 lojas virtuais que vendem (muito) também pelo Instagram 

7.     Ferramentas integradas

As plataformas costumam contar com algumas integrações que facilitam tanto a vida dos lojistas como a dos clientes. A loja virtual UOL HOST, por exemplo, vem integrada ao PagSeguro, Mercado Livre, Correios e à plataforma de vendas do Facebook.

“Ferramentas como meio de pagamento e sistema de frete (que já calcula e entrega o preço do frete adequado) são essenciais para começar a vender”, opina Franklin Bravos.

Ter todas essas informações à mão e sem a necessidade de perguntar a um vendedor, como aconteceria nas redes sociais, é algo que pode fazer toda a diferença para o consumidor.

8.     Facilidade na implantação de ações promocionais

É fato que criar ofertas e ações promocionais é importante para aumentar o volume de vendas, fazer crescer o tíquete médio de compras, divulgar a marca e conquistar novos clientes.

⇒ Aprenda a criar promoções para sua loja virtual com o Superguia Academia UOL HOST Como planejar uma promoção de sucesso

Segundo Erika Lisboa, uma grande vantagem das plataformas de e-commerce é a praticidade na hora de elaborar e controlar programas de desconto e de fidelização do cliente. “Algumas plataformas permitem a personalização desses programas de acordo com o perfil do consumidor e o histórico de vendas”, comenta.

Você também pode, de maneira simples, diminuir o preço de um produto apenas por um período determinado, o que elimina o risco de acabar confundindo o consumidor, algo que pode não acontecer com tanta fluidez nas redes sociais.

9.     Possibilidade de investir em SEO

As técnicas de SEO são uma das mais importantes áreas de um e-commerce. Afinal, quem não sonha em aparecer entre os primeiros resultados do Google?

“O SEO acaba tendo sempre uma taxa de conversão maior que o CPC. Aparecer entre os primeiros da busca orgânica pode ser o destaque que o lojista precisa para crescer”, Mayer-Loos.

Como a loja virtual pode ser otimizada para os sites de busca, ela se torna a principal porta de entrada da marca. Isso faz com que seja por meio dela que todos os canais em que a empresa está presente sejam divulgados – inclusive as redes sociais.

É o que acontece com a Dot Paper, e-commerce de papelaria. A marca aposta nas vendas pelo Instagram, WhatsApp e e-mail, conseguindo um bom retorno de vendas por esses canais. Ainda assim, não abre mão de sua loja virtual.

Na loja virtual, a empreendedora Fabiani Christine aproveita para divulgar os canais da marca: Facebook, Instagram, telefone e endereço da loja física. É, também, um espaço em que a história da empresa pode ser encontrada pelos consumidores, algo que não pode ser disponibilizado de forma fixa nas redes sociais.

Embora as opções sejam muitas, é preciso ficar atento na hora de escolher a plataforma para garantir que está apostando em algo que pode oferecer os recursos desejados.

“O empreendedor que optar pela contratação de uma plataforma deve analisar se esta atenderá a sua necessidade, às suas expectativas e se é uma plataforma segura”, aconselha Lisboa.

Convencido da importância da loja virtual? Então, não perca tempo e crie sua loja virtual no UOL HOST!

⇒ Baixe grátis o E-book Como montar sua primeira loja e aprenda o caminho de sucesso de um empreendedor da era digital.