LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

7 nichos de mercado online para apostar em tempos de crise

Especialistas indicam segmentos para você escapar da crise

Está pensando em como fugir desse momento difícil de crise? No cenário atual, a melhor alternativa para aumentar sua renda pode estar no mercado online.

Na hora de decidir o foco do negócio, as opções do universo virtual são muitas! Para acertar na escolha, é preciso avaliar o potencial de cada alternativa.

“Não basta ser uma loja virtual de nicho, é preciso que os produtos tenham algumas características que tragam mais vantagens em vendê-los a distância”,aconselha Mauricio Salvador, presidente da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

Para o especialista, essas características essenciais aos produtos vendidos em e-commerce são: baixo volume cúbico, baixo peso, alto valor agregado, competitividade, presença na concorrência e frequência de compra.

Confira algumas boas apostas de nichos para investir no mundo virtual em tempos difíceis, na opinião de quem entende do mercado online.

1.     Educação

Todo momento de crise é também um momento de oportunidade. Empreendedores que entenderem mais profundamente as demandas novas que surgirem do público podem ser beneficiados.

“Por exemplo, um negócio que vende cursos preparatórios para concurso público pode crescer neste momento em que as pessoas perdem ou temem perder seus empregos”, aponta Alan Pakes, especialista em empreendedorismo digital, idealizador do Congresso Nacional de Empreendedorismo Digital (Conaed).

Além de cursos preparatórios, a procura por cursos técnicos, de especialização e formação pode aumentar, visto que as pessoas estão em busca de aperfeiçoamento e recolocação profissional.

A oportunidade de ter aulas sem sair de casa e com horários flexíveis torna a plataforma digital ainda mais atrativa e adequada ao contexto atual.

2.     Conteúdos digitais

Para Mauricio Salvador, investir no nicho de conteúdos digitais pode trazer resultados positivos para o empreendedor. “As vantagens são peso e cubagem inexistentes, alta frequência de compra e facilidade de distribuição”, assinala o especialista.

Pelas características do segmento, os investimentos podem ser menores que os exigidos por outros nichos, já que não há necessidade de se preocupar com envios, embalagens e estoque, por exemplo.

Por outro lado, criatividade e inovação são essenciais para atingir o sucesso no setor. Na hora de investir na produção de e-books, peças audiovisuais, softwares, aplicativos, soluções para internet ou qualquer outro produto digital é preciso buscar um diferencial que seja capaz de atrair o público.

⇒ Baixe grátis: Superguia UOL HOST Tudo sobre Marketing Digital para micro e pequenas empresas

3.     Saúde

Por ser um nicho de primeira necessidade, investir em um empreendimento na área de saúde é uma boa pedida, mesmo em tempos de crise. Afinal, em meio a corte de gastos e economias, saúde é algo de que as pessoas não podem abrir mão.

“O segmento de saúde, além de também ser impulsionado pela crise, já vem em alta nos últimos anos. A velocidade do dia a dia tem gerado forte estresse na população, e por isso a busca por resolver problemas de saúde”, pontua Pakes.

Além disso, quem optar por um e-commerce de medicamentos encontrará facilidade em lidar com os produtos: leves e pequenos, é mais simples lidar com armazenagem em estoque, envio e frete.

4.     Qualidade de vida

A busca por uma vida saudável é cada vez mais frequente, especialmente entre os moradores das grandes metrópoles, que procuram, de alguma maneira, amenizar os males da correria do dia a dia.

“Observo que esse segmento vem apresentando destaque nos últimos anos e passou de uma condição de modismo para mercado real”, assinala Roberto Vilela.

Quem pretende investir nessa linha pode encontrar alternativas em segmentos diferentes: alimentação, vestuário, saúde. Entre as possibilidades de produtos, estão suplementos e vitaminas, alimentação saudável, roupas e acessórios específicos para práticas esportivas, moda fitness, produtos naturais, itens relacionados a treinos e dietas.

5.     Alimentação

Um dos mais consolidados setores do mercado brasileiro, a alimentação continua prometendo bons resultados para empreendedores que apostarem em modelos e produtos inovadores.

“Momentos de instabilidade no mercado fazem com que as pessoas busquem alternativas econômicas para lazer. Diminuem a frequência nos restaurantes e aumentam os pedidos de alimentação delivery; portanto, alimentação é uma boa aposta”, comenta Roberto Vilela.

⇒ Leia também: A receita para vender alimentos pela internet

Trazer os pedidos de um restaurante para a plataforma online não é a única forma de lucrar com esse segmento. Lojas virtuais especializadas na venda de alimentos são tendência – especialmente quando se trata de produtos diferenciados ou gourmet.

“As pessoas estão cada vez mais em busca de comodidade e alternativas práticas. Nos negócios físicos desse nicho, ainda existem lacunas que dificultam o atendimento desses novos consumidores”, pontua Thiago Sarraf, fundador da consultoria Dr. e-commerce e especialista em e-commerce.

6.     Artigos de culinária

Afunilando ainda mais, chegamos ao nicho de artigos para culinária. E-commerces que investirem em uma boa gama de produtos diferenciados e de alta qualidade, focando em um público que gosta de cozinhar, podem se destacar.

“Um segmento que observo com bom potencial para vendas online é o de acessórios para cozinha, principalmente para quem busca produtos específicos e diferenciados. A onda gourmet veio e tem tudo para manter-se por muito tempo, portanto, este é um setor que permite a aposta”, prevê Roberto Vilela.

7.     Serviços

O mercado online não é feito apenas de lojas virtuais que comercializam produtos. As empresas que apostam no oferecimento de serviços que podem ser contratados pela internet já são presença forte no meio.

“O mercado de prestação de serviços continua com boa procura, apesar da crise. A busca por contratação de serviços online virou um hábito para os brasileiros, por isso mostra uma grande oportunidade de crescimento”, aponta Sarraf.

Quem deseja entrar nesse segmento deve apostar em serviços que tragam soluções e praticidade para questões do dia a dia, oferecendo um alto valor agregado ao consumidor.

Vale lembrar que, na hora de decidir em qual nicho investir, é importante levar em conta sua identificação com o segmento e pesquisar muito para entender as reais necessidades de público e mercado.

“Saiba que o sucesso ou o fracasso de um negócio depende muito mais de quem está por trás do que do negócio em si”, finaliza Salvador.

Aprendeu? Então, independentemente do seu nicho, valorize as oportunidades! Baixe já o seu e-book grátis Como montar sua primeira loja virtual e bom trabalho!