LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

10 resoluções de Ano Novo que todo empreendedor deve acrescentar à sua lista

Empreendedores famosos do comércio eletrônico contam suas resoluções

Estamos naquela época em que as pessoas começam a fazer promessas de ano novo. As listas de coisas que devem ser cumpridas durante os próximos 365 dias do ano pipocam em todos os cantos, inclusive no mundo dos negócios.

O início de um novo ciclo também traz a oportunidade, aos empreendedores, de organizarem suas metas, prioridades e anseios para os próximos meses. Não adianta apenas pensar em aumentar os lucros, juntar dinheiro ou ganhar espaço entre a concorrência. Para que as resoluções de ano novo sejam bem-feitas é preciso ter uma lista séria, com objetivos que possam ser alcançados.

“É importante usar a virada de ciclo de calendário para rever o ano que passou, identificar os erros/acertos e calibrar os próximos 12 meses com metas atingíveis”, avalia Glauco Desidério, diretor de Novos Negócios e Relações com Investidores do Grupo Netshoes.

Pensando nisso, conversamos com famosos empreendedores digitais para saber o que não pode faltar na lista deles. Assim, esses itens podem servir, também, como inspiração para que você, pequeno empreendedor, tenha um ano cheio de metas (e alcance todas elas!).

1. Focar nas tarefas mais importantes

Organize-se, anotando periodicamente o que precisa ser cumprido. Mas faça uma lista enxuta, destacando prioridades para que você possa se dedicar a execução com o tempo necessário, sem se sentir pressionado a cumprir itens que, muitas vezes, podem ser adiados.

“Não adianta fazer uma lista infindável em seu diário. Anote somente fatos relevantes. No máximo cinco pontos. E não atualize a lista mais que uma vez ou duas por semana”, diz Ernesto Haberkorn, empresário da área de Tecnologia da Informação, autor de 14 livros e dono do Circuito NETAS e da TI Educacional, empresa focada em treinamentos de ERP e soluções de tecnologia.

⇒ LEIA TAMBÉM: 12 passos para fazer o planejamento de sua empresa para 2016

2. Manter o otimismo

 Ainda que o cenário macroeconômico não seja tão promissor para 2016, o empreendedor tem de pensar em como extrair bom proveito de um cenário adverso. Glauco Desidério encontrou o “lado bom” da crise e acredita que no futuro ela terá sido muito útil para a Netshoes.

“É fato que a melhoria de rentabilidade ajuda a saúde financeira no curto prazo, enquanto os investimentos/expansão em momentos como estes deixam as empresas mais preparadas e bem posicionadas para quando o cenário melhorar, então, poder colher os frutos”, diz.

3. Captar recursos e melhorar a gerencia de pessoas

Nas resoluções, além de definir a estratégia que será usada nos próximos meses, é importante pensar, também, em como captar recursos e gerir pessoas. Esta é a dica de Dennis Wang, CO-CEO Global da Easy Taxi.

“Uma grande parte da atuação do CEO é resolver problemas. E o mais importante nisso tudo é não deixar faltar resoluções com pessoas, cultura e capital”, pontua.

4. Encontrar equilíbrio entre trabalho e vida pessoal

É claro que as resoluções de Ano Novo de cada empreendedor vão depender muito do momento da empresa. Mas, para Alex Tabor, CEO e cofundador do Peixe Urbano, focar no trabalho é tão importante quanto não deixar de lado os momentos prazerosos da vida.

“Ao focar totalmente no trabalho, nos primeiros anos de empresa, acabei deixando a vida social de lado e engordando no processo. Hoje vejo que isso acabou prejudicando minha saúde. A resolução é manter um equilíbrio entre trabalho e lazer e cultivá-lo dentro do Peixe Urbano, ajudando a equipe a entregar resultados cada vez melhores”, lembra.

5. Valorizar e escutar sua equipe

Você não alcança o sucesso sozinho. Por isso, além de fazer planilhas com suas metas, é importante, também, escutar o seu time.

“Fazer reuniões regulares com os funcionários para discutir os rumos do empreendimento permite um maior controle sobre sua trajetória, riscos e eventuais ajustes necessários”, ressalta Rafael Caldeira, sócio da S&H Consultoria Financeira e com 14 anos de experiência em empresas de base tecnológica e venture capital.

6. Fazer uma avaliação periódica dos rumos da empresa

Para tanto, responda algumas perguntas básicas como: aonde sua empresa almeja chegar? Qual é seu sonho? Qual é sua visão? Qual é seu objetivo a curto, médio e longo prazo?

“Ao determinar isto, o empreendedor deve definir os projetos táticos que vão levar a empresa a estar mais pronta para atingir o sonho e a visão de negócio do empreendedor”, explica o diretor do Grupo Netshoes.

O importante é determinar uma frequência para refazer esse processo. Trimestralmente, semestralmente ou mesmo mensalmente. As respostas podem mudar e, consequentemente, será o momento de rever suas estratégias.

7. Não se intimidar com a concorrência e ser resiliente

É muito importante que você saiba do seu valor e não se subestime com medo da concorrência. Tampouco pense que o sucesso de um negócio depende, essencialmente, da grandeza dele.

“Sonhar grande e sonhar pequeno dá o mesmo trabalho. O empresário precisa ter planejamento, perseverança e resiliência, não importa o tamanho do seu negócio”, avalia Luan Gabellini, sócio-fundador da Betalabs.

8. Manter a organização

Para que seu negócio evolua e até mesmo não tome espaço demais em sua vida pessoal, é preciso manter a organização sempre em dia.

Determine horários, prazos, tenha uma agenda sempre atualizada e invista em técnicas para aumentar sua produtividade.

 “Tenho como meta conseguir me organizar semanalmente para sobrar tempo para me dedicar a novas ideias. Essa organização na agenda impacta diretamente no meu dia a dia, tanto no aspecto profissional como no pessoal”, conta Mariana Ribeiro, fundadora do agregador de e-commerce iLove.

9. Fazer bom uso do marketing e das redes sociais

Criar ações rentáveis dentro das redes sociais e usar o marketing de forma eficaz são pontos que devem fazer parte das suas resoluções para 2016. A dica é do Fábio Zausner, CEO da Phooto Brasil.

“O marketing e o uso das redes sociais é bem importante para um e-commerce. Por isso, detalhes básicos, como planejar antecipadamente as promoções de datas sazonais ou mesmo analisar o que as pessoas procuram nas redes sociais, podem ser um grande diferencial para melhorar sempre os produtos mais desejados e procurados”, conta o empreendedor.

10. Acompanhar os resultados da empresa

Saber se você e sua empresa estão indo no caminho certo também é essencial. Não adianta só fazer planos, traçar metas e não ficar de olho nos resultados que sua empresa está trazendo. Para que um negócio flua de maneira saudável, tem que existir a execução de tarefas e o monitoramento constante dos resultados.

Marcelo Ostia, presidente e criador do e-commerce Camisetas da Hora, tem um caderninho que o acompanha a todos os lugares, no qual ele anota todas as conquistas e erros do negócio. “Acredito que é fundamental o empreendedor ter uma ferramenta como essa, que mostra para onde você está indo. É uma forma de manter uma orientação, e não simplesmente montar um negócio e esperar que as coisas aconteçam naturalmente”, comenta o empreendedor.

Pronto para encarar mais um ano cheio de desafios? Boa sorte com sua lista!