LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Como o Pokémon Go pode ajudar nas vendas e na fidelização de clientes

Saiba como usar o jogo de realidade aumentada na sua estratégia de marketing

É praticamente impossível não ter ouvido falar sobre Pokémon GO. Aliás, basta sair às ruas para ver um monte de gente segurando o smartphone para “caçar” os bichinhos de bolso. Segundo a SimilarWeb, ferramenta de monitoramento de tráfego online, o jogo de realidade aumentada (mistura do meio virtual com o mundo real) engaja muito mais pessoas do que o Facebook Messenger e o Instagram juntos.

Em meio a esse sucesso, a Nintendo, dona dos direitos da franquia Pokémon, e a Niantic, empresa que desenvolveu o jogo têm faturado milhões, especialmente a desenvolvedora. Mas, a boa notícia para os empreendedores é que não são só as duas gigantes que podem ganhar dinheiro com Pokémon GO.

Muitas empresas do mundo inteiro já estão relacionando seus negócios à febre do momento para atrair mais clientes. E você pode fazer o mesmo! Quer saber como? Confira algumas dicas abaixo:

 Aproveite e leia também: Tudo sobre Marketing Digital para micro e pequenas empresas

Como minha empresa pode aproveitar o jogo?

Volta e meia, os jogadores precisam se locomover para algum PokéStop para pegar itens gratuitos e indispensáveis ao game, como pokébolas. Por sua vez, os ginásios são outro ponto que os jogadores devem se dirigir para que possam batalhar e ganhar experiência. Normalmente, eles ficam localizados em lugares com grande fluxo de pessoas. Por exemplo, na Avenida Paulista, em São Paulo, há inúmeros.

Nesse sentido, não seria ótimo que sua loja fosse um PokéStop ou um ginásio? Aí, não faltariam clientes em potencial circulando por lá. Mesmo que a Niantic não tenha colocado PokéStops e/ou ginásios próximos do seu estabelecimento comercial, você pode tentar a sorte e solicitar à empresa um pedido para transformar a sua loja em um desses pontos.

Para isso, acesse o site da empresa, clique na opção “Submit a Request” e, em seguida, em “Report an issue with a Gym or PokéStop”. Lá, preencha os campos de informações e escreva uma mensagem em inglês solicitando seu pedido. É interessante enviar até uma foto para a empresa. Não é garantido que você vá obter sucesso, mas não custa nada tentar, né?

Agora, vale ressaltar que, antes de a sua empresa apostar as fichas em ações voltadas ao Pokémon GO, é importante verificar se o seu público-alvo está jogando o game. Porque, vamos combinar, entrar na onda só por entrar não faz sentido e, pior, pode ser um tiro no próprio pé.

Convide clientes em potencial para capturar pokémons em sua loja

Não conseguiu transformar sua loja em PokéStop ou ginásio? Sem problemas, você pode usar as redes sociais e o site da empresa para avisar seu público-alvo de que há PokéStops e ginásios perto do seu estabelecimento. Não deixe de caprichar nas artes do seu material de divulgação! Isso pode render vários compartilhamentos. Vale, inclusive, colocar placas e faixas do lado externo da loja.

Para fazer com que os clientes entrem em seu estabelecimento, você pode pensar em algumas estratégias. Por exemplo, sabendo que o game mobile consome muita bateria dos usuários, permita que eles recarreguem seus aparelhos após comprar algum produto. Além disso, passe a senha da rede Wi-Fi da sua loja para que eles fiquem mais tempo dentro do seu estabelecimento.

Outra estratégia está em usar o módulo Lure. Trata-se de um item pago do jogo que serve para atrair pokémons raros por 30 minutos até um PokéStop. Pelo próprio aplicativo, você compra o item na loja online. Para se ter uma ideia, um módulo de 8 Lures custa 680 Pokécoins, cerca de 20 reais.

Um exemplo da estratégia acima sendo executada aconteceu na L’inizio Pizza Bar, de Nova York, que investiu 10 dólares para levar pokémons para dentro do estabelecimento em um fim de semana. Por conta da ação, as vendas do local avançaram 75%, comparadas às de um fim de semana comum.

Então, quando for utilizar o módulo para atrair pokémons para a sua loja, você precisa fazer uma ampla divulgação para que os treinadores possam chegar no horário. Em seguida, aproveite o grande fluxo de pessoas para fazer algum tipo de promoção, podendo ser um desconto em toda a loja.

Além de atrair clientes, pense em fidelização

Por mais que as pessoas comprem alguma coisa em sua loja, quando forem caçar pokémons, sua ação não será tão efetiva se não tornar esse comprador aleatório em um cliente. Portanto, além de alavancar momentaneamente suas vendas, pense em fidelizar esses consumidores casuais.

Você pode, inclusive, fazer uma captação de leads antes mesmo de as pessoas chegarem à sua loja. Na hora de divulgar que sua loja vai receber pokémons especiais nas redes sociais e no site, peça para que os usuários assinem a sua newsletter. Assim, quem realiza o cadastro pode ganhar um brinde da loja ou mesmo um desconto para usar quando for caçar os bichinhos, por exemplo.

 Dispare seus e-mails com o E-mail Marketing UOL HOST.

Um detalhe importante a respeito do jogo que você deve saber é que cada jogador escolher um time para representar: vermelho, amarelo ou azul. Nesse sentido, você pode fazer promoções especiais para jogadores conforme a cor do seu time no jogo virtual. Por exemplo, participantes da equipe amarela têm descontos às segundas-feiras, os do time azul, às quartas-feiras e, por fim, os da equipe vermelha, às sextas-feiras. Assim, você consegue engajar usuários a sempre frequentarem a sua loja e consegue balancear melhor o seu fluxo de caixa e estoque, ao dividir as ações especiais em mais de um dia da semana.

Como os jogadores passam a sua jornada se locomovendo de um lado para o outro, um caminho pode ser criar um cartão de fidelidade, de modo que os usuários precisem passar na sua loja para “bater cartão”. Quando eles, por exemplo, completarem dez carimbos da sua loja, ganham um desconto especial ou um brinde.

Lojas virtuais também podem surfar na onda

É claro que os estabelecimentos locais se beneficiam bastante com o Pokémon GO. Mas isso não significa que os negócios online não podem tirar uma casquinha da febre mundial.

 Saiba como montar sua loja virtual, baixe e-book grátis: Como montar sua primeira loja virtual

Se você não possui uma loja física, que tal investir em um showroom provisório em pontos estratégicos, nem que seja só nos fins de semana, uma barraca em feirinhas, por exemplo? Faça um quiosque nos locais onde há maior fluxo de pessoas e esteja recheado de pokéStops e pokémons à solta por perto.

Não se esqueça de, quando vender produtos presencialmente, divulgar também sua loja virtual. Assim, o cliente pode conhecê-la e se tornar um possível freguês. Para incentivar esse acesso, é interessante, por exemplo, dar um código promocional com um prazo de validade para que o cliente possa usá-lo no seu e-commerce.

Enfim, há uma série de ações que você pode aplicar usando o Pokémon GO como fundo. O mais importante é pensar em táticas para capturar e fidelizar potenciais clientes. Boa caçada!