LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

3 atitudes que você pode tomar após ter uma ideia de negócio

Bruno Perin

Saiba como fazer o projeto decolar!

Deve estar acontecendo com grande frequência, mas você, possivelmente, está notando cada vez mais oportunidades no mercado. Desde pessoas já com a veia empreendedora que fazem isso propositadamente até pessoas que nem estão pensando no assunto acabam percebendo problemas no mercado aos quais caberiam soluções interessantes.

Essa explosão empreendedora está ativando nossa mente. Percebemos que é exponencial a quantidade de pessoas que notam situações inconvenientes no mundo e resolvem tentar fazer algo a respeito.

Ok, falando assim até parece muito fácil, não é? Mas desde o passo de perceber, estudar a situação, desenhar uma boa alternativa até lançar um negócio a brincadeira fica um pouquinho mais complicada.

⇒ Aproveite e baixe e-book grátis: 10 ideias de negócio para você montar sua loja virtual (e faturar muito!)

Isso é verdade, porém, temos uma facilidade, hoje em dia, muito distinta – formas de testar a ideia. O que antes era bem mais difícil, o processo de perceber uma oportunidade e até lançar algo, hoje temos um meio-termo, que visa a saber um pouco antes se vale a pena ou não continuar nessa jornada – teste de conceito (o nome mais usual) ou apenas verificar se a sua ideia é boa ou não.

Antes de passar três dicas de como você pode testar a sua ideia, é necessário estar atento a uma coisa – Deixe-a redonda. Isso quer dizer, tenha certeza de que as pessoas compreenderam o que você quer fazer. Eu diria que esse é um pré-passo, pois não adianta você querer testar sua ideia sem ela estar apta a ser compreendida.

Você pode desenhar e explicar a alguns amigos mais críticos ou até a familiares se eles realmente entenderam. Quanto mais as pessoas forem de áreas diferentes do que a sua ideia se propõe, melhor é para testar o quão clara ela é...

Partindo do ponto de vista que você tem agora essa ideia bem desenhada, o que fazer?

Lance uma Landing Page

Para os não familiarizados com o termo, quer dizer apenas uma página estática na internet, daquelas que nem rolam, apenas salientando o que é a sua ideia e pedindo o contato de pessoas que tenham interesse quando ela for lançada.

Essa é a tática mais usual, pois é extremamente simples e ajuda a perceber quantas pessoas estão dispostas a deixar seus contatos a fim de saber mais sobre a sua futura startup.

Oferecer um mimo ajuda. Por exemplo: se a pessoa deixar o contato, ela vai receber um vídeo falando mais sobre o assunto ou um e-book. Isso aumentará o número de pessoas interessadas na questão.

Converse em grupos

Essa é uma ação que normalmente gera medo, mas os ganhos são geralmente maiores. Os futuros empreendedores pensam que, ao expor sua solução, algumas pessoas poderão querer roubá-la e fazer algo por si só. Na verdade, isso raramente acontece, as pessoas normalmente já têm suas ideias e ambições, então, dificilmente largarão as coisas delas para tentar a sua, sem falar que, quando as pessoas copiam algo, é o que já está tendo sucesso.

Assim, soltar a ideia em grupos tende a não gerar roubos, e sim boas sugestões e conexões. Colocar em grupos de discussão no Facebook, LinkedIn e até em outros fóruns de debates ajuda a perceber o interesse das pessoas pelo assunto e até suas grandes aspirações. Existe grupo de tudo na internet hoje, portanto, a questão é encontrá-los e interagir com eles para avaliar o potencial do que está pensando.

Faça uma oferta

Esta é a forma mais concreta, digamos assim, de testar, e também a mais ousada – você já oferecer algo. O mais comum é as pessoas usarem o crowdfunding (financiamento coletivo), em que você pode colocar uma oferta e sua meta para ela e, assim, caso conseguir o número estipulado de pessoas, fazer seu negócio acontecer. Caso não atinja, você simplesmente entenderá que o mercado pode não estar interessado.

Você também pode fazer isso com uma Landing Page ou um site bem simples, apenas apresentando a proposta, ainda que a plataforma de crowdfunding seja mais adequada.

A questão é que você, já oferecendo algo, conseguirá compreender se as pessoas estão mesmo dispostas a pagar por isso ou não. Veja que na dica 1, de apenas fazer a Landing Page, você percebe a intenção, mas isso pode não virar em compra. Aqui o teste já é mais efetivo, as pessoas pagarão mesmo pelo que você quer...

Essas três dicas são ótimas para você verificar rapidamente se a sua ideia tem potencial ou não. Imagine que as pessoas já poderão mostrar sua intenção, fazer perguntas e até comentar seus maiores desejos referentes àquilo que você vai lançar. E sem falar que, com isso, você não precisa gastar tanto tempo, dinheiro e energia para perceber se o negócio parece bom ou não.

Espero que suas ideias venham logo para o mundo, mas testá-las poderá dar ainda mais inspiração e confiança para fazê-las acontecer... Bora tirá-las da sua mente e testá-las neste mercado.

Se você quiser, pode ver essas ideias apresentadas no vídeo abaixo: