Superguia Academia UOL HOST Tudo sobre Marketing Digital de resultados para micro e pequenas empresas

Marketing Digital | Planejamento

Programando as ações de maketing

Assim como qualquer outra estratégia da empresa, as ações de marketing digital precisam passar por um bom planejamento para alcançar o sucesso.

O planejamento deve ser o primeiro passo para quem deseja começar a investir em ações, organizado antes de qualquer tomada de decisão. Além de esclarecer o que será necessário, o plano inicial funciona como um mapa a ser seguido no desenvolvimento das campanhas.

Neste capítulo, você aprenderá o que é preciso para montar um planejamento e lançar sua empresa no marketing digital.

Planejamento de Marketing | Metas e Objetivos

O que você espera que o marketing digital faça por sua empresa? Esta é a primeira pergunta que deve ser feita. Afinal, não há como começar nenhum planejamento sem definir o motivo da sua existência, e só é possível traçar soluções a partir de problemas.

5 coisas que o marketing digital pode fazer por sua empresa

  • • Fazer crescer a visibilidade da empresa;
  • • Criar ou melhorar o relacionamento com os clientes e possíveis clientes;
  • • Consolidar a marca;
  • • Divulgar produtos e ações promocionais;
  • • Aumentar o número de vendas.

Estabeleça seus objetivos e enumere, de forma clara, as metas que deseja alcançar. Quanto mais clareza você tiver de onde pretende chegar, maiores são as chances de conceber estratégias e escolher ferramentas que o ajudem a chegar lá.

Público-alvo | Planejamento Estratégico de Marketing

Com os objetivos acertados, é hora de definir quem é o seu público. A escolha das mídias, do conteúdo e da maneira pela qual, em geral, você vai atingir o público só faz sentido e só funciona quando se sabe com quem se está falando.

Procure compreender qual é o perfil do seu cliente potencial e mapeie seus dados, interesses e comportamentos característicos.

Pergunte-se:
  • • Onde mora o meu cliente?
  • • Que idade tem?
  • • O que faz quando está na internet?
  • • Por quais assuntos se interessa?

O perfil de público vai ajudá-lo a segmentar as ações e configurar melhor seu conteúdo para uma comunicação personalizada. Além disso, é fundamental na escolha da mídia. Por exemplo, enquanto as redes sociais têm melhor desempenho entre o público jovem, o e-mail marketing consegue cobrir bem até o público mais velho; ou, ao passo que o blog atrai a atenção de um público interessado em conteúdos aprofundados, o Twitter é uma boa opção para aqueles que querem comunicações mais rápidas.

Popularidade das redes sociais entre os usuários, por faixa etária
Idade
Facebook
Twitter
Instagram
18-29
87%
37%
53%
30-49
73%
25%
25%
50-64
63%
12%
11%
65+
56%
10%
6%
Fonte: Pew Internet Project, 2015.

Investimento em Marketing | Em que mídia investir?

Com objetivos e público-alvo delimitados, você pode selecionar as mídias em que vai investir. É importante ressaltar que a estratégia deve, antes de qualquer coisa, estar alinhada às metas estabelecidas e precisa ser construída em uma plataforma que faça parte do comportamento do seu público.

Depois disso, analise o orçamento disponível para investir. Se ainda tem dúvidas quanto à qual mídia escolher e não quer correr riscos, prefira aquelas que oferecem serviços gratuitos ou orçamentos flexíveis para testar o desempenho, como os links patrocinados e as redes sociais.

Lembre-se, também, que não é obrigatório estar presente em todos os canais disponíveis. É claro que quanto mais canais são trabalhados, maiores as chances de retorno e visibilidade. Entretanto, algumas opções podem não fazer sentido para o seu público ou objetivos.

Além disso, é mais válido concentrar os esforços em uma mídia só com publicações consistentes e de qualidade do que tentar lidar com vários canais e acabar não dando conta de usá-los como se deve.

Especialista em Marketing | 3 dicas de especialistas para escolher a mídia ideal

Marcio Almeira Ribeiro, professor de Publicidade e Propaganda da Universidade Presbiteriana Mackenzie
"Antes de mais nada, é preciso determinar, de maneira clara, os objetivos da empresa para que se possa definir tanto a melhor estratégia quanto a escolha da ferramenta adequada para atingi-los."

Marcio Almeira Ribeiro, professor de Publicidade e Propaganda da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Gustavo Hana | CEO e sócio da GhFly
"A empresa deve considerar o orçamento disponível, o público e seu perfil de consumo. Quando o orçamento é baixo, é necessário buscar canais que tragam pessoas com maior intenção de compra e que estejam no momento da tomada de decisão."

Gustavo Hana, CEO e sócio da GhFly.

Leandro Ogalha | Sócio e diretor de estratégia da Tboom
"As marcas não precisam estar onde todas as outras estão. Elas precisam estar onde o público delas está e entender que isso é fundamental para o sucesso da sua empresa e para qualquer tipo de comunicação, seja ela no digital ou não."

Leandro Ogalha, sócio e diretor de estratégia da Tboom.

Marketing Digital | Primeiros Passos

Como dar os primeiros passos no Marketing Digital

• Seo Marketing | Otimização de sites com técnicas SEO

Independentemente da mídia escolhida, otimizar o site da sua empresa com técnicas de SEO só tem a acrescentar. Afinal, é algo que pode ser feito sem nenhum investimento e que traz grandes benefícios, fazendo com que sua empresa esteja mais bem posicionada nas buscas e, dessa forma, facilitando que seja encontrada e conhecida. Claro, se o empreendedor não tiver nenhum conhecimento do assunto, talvez seja preciso desembolar algum dinheiro para contratar profissionais.

Revise todo o conteúdo do site ou loja virtual. Trabalhe com as palavras-chave. Procure entender os termos relevantes e utilize-os em títulos e páginas.

Além da otimização de conteúdo, o SEO envolve uma série de técnicas aplicadas aos códigos do site que podem melhorar – e muito! – o desempenho da página. Para executar a estratégia e garantir bons resultados pode ser preciso convocar o serviço de um profissional, uma vez que é algo que exige conhecimento técnico.

• Marketing nas Redes Sociais | Criação de contas nas mídias sociais

Todas as principais redes sociais oferecem cadastro gratuito. Crie o perfil da empresa nas que pretende utilizar e já aproveite para ir se acostumando à interface.

• SEO Blog | Criar um blog

Existem várias ferramentas de postagem disponíveis, em versões gratuitas ou pagas – o Blogger e o Media Temple são exemplos. Atualmente, a mais popular delas é o WordPress.

Para utilizá-la, você pode optar tanto pela instalação da plataforma em um servidor de hospedagem pago quanto pela versão gratuita. A diferença entre as duas é que a versão gratuita tem recursos limitados, mas ainda permite um bom trabalho com o conteúdo.

Conheça o Blog UOL HOST e não sofra com as limitações das plataformas gratuitas de blog.

• Links Patrocinados | Google Adwords

Links patrocinados são um ótimo investimento e o serviço do Google Adwords é o mais popular. Para começar a utilizar a estratégia, basta criar um cadastro no Google Adwords e seguir as orientações do site para montar sua campanha.

• E-mail Marketing | Contratar uma ferramenta para envio de email marketing

O mercado oferece uma variedade imensa de serviços de disparo de e-mails. O ideal é analisar as vantagens de cada um e compreender qual pode atender às suas necessidades e caber no seu orçamento.

Existem ferramentas que oferecem versões gratuitas, mas elas têm menos recursos e possibilidades do que as pagas.

Conheça o E-mail Marketing UOL HOST, com planos a partir de 29,90 reais por mês.

• Google Analytics | Criar uma conta Web Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta poderosa e completa para o monitoramento do seu desempenho digital. Fazendo o cadastro gratuito e configurando as informações do seu site, você tem acesso a uma boa variedade de métricas e dados para acompanhar quantidades e avaliar a qualidade das suas páginas. No capítulo 7 você aprenderá a utilizar a ferramenta.

Planejamento de Conteúdo

O planejamento do conteúdo das suas ações de marketing digital é uma etapa crucial para o bom desempenho de todo o processo. Se as diretrizes de produção de conteúdo não estiverem bem calibradas, toda a campanha pode ir por água abaixo. Afinal, não adianta estar na mídia que vai atingir o seu público, se ele não for impactado pelas publicações.

Público, mídia e conteúdo formam um trio que não pode se dissolver em nenhuma etapa do planejamento. Nesse sentido, procure selecionar o conteúdo de acordo com as características das mídias e os interesses do público-alvo.
Embora cada plataforma tenha suas especificidades, a regra geral para conquistar a simpatia do público é não publicar apenas conteúdos diretamente relacionados à empresa. Não deixe de divulgar produtos, promoções e novidades do seu negócio, mas compreenda a importância de veicular também (e principalmente!) assuntos relevantes para seus seguidores. Fazer da sua página uma fonte de informações e materiais úteis é o que vai gerar interesse para a marca.

Além disso, lembre-se de que você está na internet e deve estar atento à cultura da rede! Na hora de selecionar assuntos, esteja sempre alerta ao que está sendo comentado no momento. Assuntos populares tendem a gerar mais engajamento.

  • • Facebook: Tenha em mente que no Facebook as publicações da sua empresa competirão por atenção junto às atualizações dos amigos dos seus seguidores. Portanto, é importante que o post se destaque. Para complementar textos, aposte sempre em imagens e vídeos, que atraem o olhar.
  • • Twitter: O Twitter limita os textos de cada publicação a 140 caracteres. Por isso, é fundamental que essa rede transmita informações de forma concisa. Se quiser divulgar algo que precisa de aprofundamento, utilize links para outras páginas. Não se esqueça de adequar a linguagem! Por ser uma rede em que se fala diretamente com o público, use um tom mais próximo e menos formalizado.
  • • Instagram: O conteúdo criado para o Instagram é essencialmente imagético. Procure produzir fotografias de boa qualidade e criar pequenos vídeos interessantes. Se a imagem exige complemento de informação, não se preocupe: utilize as legendas para acrescentar o que achar necessário.
  • • Blog: Os blogs são lugares em que os conteúdos mais interessantes são aqueles bem produzidos e aprofundados. Este é o canal para divulgar textos longos, entrevistas, tutoriais e outras informações que poderiam passar batido no Facebook ou que não sejam adequados à rapidez das redes sociais.

A frequência correta de publicações vai depender muito do tipo de conteúdo e retorno do público. Mas, no geral, o ideal é que as redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram) sejam atualizadas diariamente para que a marca continue ativa e não acabe esquecida.

Como os blogs apresentam conteúdos mais complexos, a frequência de atualizações pode ser menor – algumas vezes por semana, apenas uma vez ou até mesmo quinzenalmente.

Por fim, nunca é demais ressaltar: prime pela qualidade. Vale a pena dedicar um tempo maior à produção ou contratar um profissional para produzir conteúdo. O investimento em conteúdo é um grande passo em direção ao bom retorno.

Invista em conteúdo de qualidade
  • • Criação de conteúdo é a maior prioridade do Inbound Marketing e é o projeto que promete maior retorno de conteúdo gera três vezes mais leads que o marketing tradicional;
  • • Posts com mais de 1,5 mil palavras repercutem melhor no Facebook e no Twitter (22,6% mais curtidas, 68,1% mais tweets); 57% das empresas norte-americanas têm dois ou mais profissionais dedicados ao marketing de conteúdo;
  • • 24% das empresas dos EUA investem, pelo menos, a metade dos seus orçamentos em criação de conteúdo.
Fonte: Hubspot, Demand Metric, QuickSprout, Contently.

Agora você já conhece os conceitos e as mídias disponíveis para investir em marketing digital. Está preparado para começar a planejar suas próprias estratégias? Então, avance para o próximo capítulo!

Concebendo a execução

Você já sabe para quem, onde e o que quer publicar. Mas quem vai colocar tudo isso em prática? Para colocar as estratégias em prática, há quatro principais opções de serviço: fazer você mesmo, ou contratar uma agência, um funcionário fixo específico ou um freelancer.

No momento da escolha, leve em conta suas expectativas, demandas e seu orçamento.

Vantagens
Desvantagens
Agência
Mão de obra altamente qualificada e especializada.
Exige um investimento alto.
Funcionário da empresa
• Serviço qualificado;
• Controle e acesso direto,
de dentro da empresa.
Exige investimento em uma nova contratação ou na capacitação de um funcionário antigo.
Freelancer
• Serviço qualificado;
• Baixo investimento.
Pode não ser fácil encontrar
um profissional que atenda
às suas demandas.
Próprio empreendedor
Baixo investimento.
É preciso capacitação e um
grande investimento de
tempo, que pode prejudicar
o desenvolvimento de outras
atividades da empresa, pelo
acúmulo de funções.

Orçamento de Marketing | Planejamento Financeiro

Sabendo tudo o que é necessário para levar adiante a sua estratégia de marketing digital, você tem a difícil tarefa de encaixar cada um dos itens dentro do seu orçamento.

O primeiro passo é definir o montante total: quanto você pode ou está disposto a investir em marketing digital? Graças ao baixo custo e alto retorno das ferramentas online, este valor não precisa atingir proporções estratosféricas. É possível começar com pouco e aumentar conforme se veem os resultados.

Depois, estabeleça quanto desse orçamento será destinado à cada necessidade da campanha. Quanto custam as ferramentas selecionadas? Quanto do dinheiro pode ser aplicado em produção de conteúdo (da contratação dos profissionais à criação das peças)?

Gráfico de Orçamento para Marketing
Fonte: Estado de Inbound Marketing no Brasil 2015 – Hubspot

Além disso, é importante prever quando será preciso investir novamente. Identificar uma frequência para a saída do capital é fundamental para um planejamento financeiro completo, que não vai te deixar na mão no futuro. Ainda que com a avaliação dos primeiros resultados o valor desse orçamento possa mudar, planejar o próximo investimento faz com que você fique preparado.

Para definir o próximo orçamento, fique de olho nos cálculos de CPA (custo por aquisição) e ROI (retorno sobre investimento) das estratégias. No capítulo 6 deste guia você aprende como conseguir ambos os dados.

Passo a passo: organizando as ações
  • 1. Defina o objetivo. Nenhuma ação de marketing deve ser executada sem um objetivo claro definido.
  • 2. Defina as métricas. As métricas servirão de guia para saber se o objetivo foi atingido ou não.
  • 3. Defina para "quem", "como" e "quando".

    • Para quem: Crie uma persona. Um personagem fictício que representa o seu cliente ideal, construído de dados demográficos e comportamentais.

    • Como: Consiste na definição dos canais a ser utilizados. É importante lembrarse de escolher os canais nos quais suas personas se encontrem.

    • Quando: Defina a periodicidade de suas ações. É importante estabelecer uma frequência para monitorar os resultados.
Fonte: Breno Magalhães, Community Manager na Rock Content.
s

O planejamento das estratégias de marketing digital é um item importante, que deve ser realizado com calma, atenção aos detalhes, análise e pesquisa. Tire um tempo para dedicar-se à composição de um planejamento completo e organizado, uma vez que é ele que vai guiar toda a execução dos projetos.

Planejamento pronto e bem alinhado, já pode colocar a mão na massa! No capítulo seguinte, você aprenderá a guiar a execução das estratégias, a delegar tarefas para outros profissionais e a monitorar cada etapa, acompanhando de perto os resultados.

Fechar
Download Grátis eBook Marketing Digital

Não deu tempo de ler tudo?

Faça o download do Superguia para ler depois!

Confirmação download eBook Mkt Digital

Cadastro Confirmado!

O Link para download também foi enviado para seu email.