LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Como escolher o nome da sua loja virtual

Não erre nessa importante etapa

Escolher um nome para sua loja virtual é, mais ou menos, como decidir o nome de seu filho. A expectativa é grande e o peso desta escolha vai acompanhar seu e-commerce pelo resto da vida.

Há, inclusive, casos em que os nomes da marca ganharam tanta força que até se tornaram sinônimos dos produtos. Você raramente escuta alguém falar, por exemplo, macarrão instantâneo, curativos adesivos e hastes flexíveis. Os produtos, automaticamente, são chamados de Miojo, Band-Aid e Cotonete.

Para acertar na mosca, é necessário planejar e pesquisar. Aspectos como clareza, concisão, impacto e o ramo de seu empreendimento devem ser levados em consideração na hora da escolha.

E, uma vez escolhido, vai ser difícil alterar o nome e começar todo o processo novamente. Portanto, reserve um bom tempo e busque conselhos e ferramentas na hora de decidir o nome da sua loja virtual. Veja três ferramentas que podem ajudá-lo na escolha do nome de sua loja:

Não deixe, também, de conferir as dicas abaixo:

Faça um brainstorm

Junte um grupo de pessoas – vale amigos e família, inclusive – para, juntos, pensarem em ideias de nomes. Na reunião de brainstorm não pode haver freios. Toda ideia é válida e deve ser colocada. Posteriormente, você analisa se ela é adequada ou não. Mas, nesse momento, anote tudo o que for dito, mesmo que pareça “bobagem”. Analise tecnicamente e estrategicamente as sugestões.

Depois que as ideias “choveram” na reunião, é hora de ver o que funciona ou não para o seu negócio.

bannerebookprimeiraloja-1474486322849_600x150.png (600×150)

Escolha um nome compatível com o propósito da loja virtual

O usuário que estiver navegando pela internet e encontrar sua loja virtual deve, logo de cara, saber o segmento em que ela atua. Sim, estamos falando que o nome precisa indicar, de modo geral, o que sua loja comercializa. Ou seja, esqueça-se de “www.lojadojoao.com.br”, porque este nome não explica nada do seu negócio para os clientes.

Veja o exemplo da Netshoes. De imediato, já sabemos que se trata de uma loja que vende calçados pela internet. É claro que, desde 2002, o negócio se expandiu de tal forma que passou a comercializar qualquer material esportivo. Mas, antes, a especialidade da loja eram os calçados.

Aliás, a história da empresa começou em um estacionamento. Era ali que o fundador da loja vendia seus primeiros calçados. O prefixo “net” foi colocado no nome sem que se pensasse nas vendas web. Vendas pela internet era um sonho distante, o “net” foi escolhido por trazer um ar moderno ao nome. No final das contas, encaixou-se perfeitamente com o futuro que aguardava por esse empreendimento.

Hoje, a Netshoes é o maior e-commerce esportivo da América Latina, com faturamento anual que ultrapassa a barreira do 1 bilhão de reais. Quer aprender mais com as experiências da Netshoes? Confira esses artigos:

Aposte em nomes criativos e fáceis de ser lembrados

No comércio eletrônico é essencial que o nome da sua loja virtual fique na memória e seja fácil de ser digitado e pronunciado. Nesse sentido, já devemos evitar nomes com letras duplicadas, extensos ou com trocadilhos e expressões de momento, que vão perder sentido no curto prazo.

Opte por nomes curtos na hora de criar sua marca. Evite, também, opções difíceis de ser escritas. E não é porque estamos no universo online que a pronúncia deve ser jogada para escanteio. Fique atento para trava-línguas e cacófatos.

Tenha sempre em mente que um cliente pode querer recomendar sua loja a um amigo em uma conversa fora do mundo virtual. Portanto, é importante que o nome da sua loja virtual seja simples de ser pronunciado.

Aqui, você pode até criar siglas. Quem fez isso foi a OMO, o que deixou seu nome muito mais fácil de ser memorizado. A sigla vem de “Old Mother Owl” que, em tradução literal, significa “velha mãe coruja”. De um modo simples, a marca transformou seu nome em uma sigla fácil de ser pronunciada e lembrada no mundo todo.

Nas antigas embalagens, era possível ver a imagem da coruja, inclusive:

Analise as palavras-chave

É interessante que você faça uma pesquisa aprofundada para descobrir quais são as palavras-chave relacionadas ao seu segmento que são usadas com mais frequência por seu público-alvo. A partir dessa avaliação de SEO, você facilita o processo de nomear sua loja e ainda vai ajudá-la a se posicionar melhor entre os resultados dos sites de busca.

Conheça seus concorrentes

Nada de copiar! Você pode usar essa pesquisa com duas finalidades. Primeiro, para verificar o que funciona em seu ramo. Depois, para se distanciar de termos ou palavras extremamente semelhantes aos da marca de seu concorrente.

Nomes parecidos podem causar confusão entre os clientes, ou mesmo dar ares de cópia. Isso pode acabar com sua credibilidade.

Leve sua ideia para a votação

Está com dúvida se o nome que você bolou tem impacto? Ou está dividido entre mais de uma opção? Leve as opções para parentes e amigos julgarem.

Pergunte se eles consideram a marca fácil de pronunciar e lembrar. Para facilitar o processo, e até mesmo aumentar o alcance, você pode usar a ferramenta online e gratuita de pesquisas de opinião Survey Monkey. Com ela, você bola sua enquete, e é só disparar e-mails pedindo a colaboração das pessoas.

Registre o seu nome

Conseguiu dar um bom nome à sua empresa? Calma. Antes de comemorar, você precisa checar se outra empresa já não foi batizada com esse nome. Para saber se todo o seu esforço realmente valeu a pena, acesse o site do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi). Caso você tenha sido o primeiro a ter essa ideia de nome, já registre e garanta a sua exclusividade em âmbito nacional.

Verifique a disponibilidade na web

Agora só falta verificar a disponibilidade do domínio, ou seja, do endereço eletrônico da sua loja virtual. O mais provável é que ele receba o mesmo nome da loja. Vamos supor que você venda livros para crianças e nomeou sua loja virtual de “Universo dos Livros Infantis”. A lógica é que o site seja “www.universodoslivrosinfantis.com.br”.

Caso esse domínio já exista, não se preocupe. Busque novas soluções. Que tal "www.brincandodeler.com.br"?

Se não tiver segundas e terceiras opções, volte lá para o brainstorm!