LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Como vencer os vilões que derrubam sua taxa de conversão

Pode confessar: quando seu negócio era só um sonho, você imaginava – ou, pelo menos, esperava – que cada pessoa que entrasse em sua loja se apaixonaria por uma peça e se tornaria cliente, não é?

Como vencer os vilões que derrubam sua taxa de conversão

Se você respondeu “sim”, não há motivo para se envergonhar. Isso acontece aos melhores empreendedores. Afinal, todo bom vendedor acredita no seu produto. Mas a realidade é que, no e-commerce, a taxa de conversão – parcela dos clientes que entram na sua loja e que, efetivamente, fecham a compra – normalmente é baixa.

Isso acontece principalmente porque, como diz a canção, “sonhar não custa nada”. Muita gente vai entrar no site para dar aquela espiadinha, uma namorada nos produtos ou até mesmo comparar preços, e sair de mãos abanando.

Mas pode ser também que sua loja esteja marcando bobeira e perdendo clientes em razão de falhas de comunicação ou tecnologia.

Saiba quais são alguns dos vilões que podem estar puxando sua taxa de conversão para baixo e aprenda a derrotá-los de uma vez por todas:

1 - Usar meias palavras para atrair o cliente

Ao anunciar seus produtos por meio de links patrocinados, alguns lojistas acham que usar palavras genéricas nas descrições traz mais clientes e, portanto, aumenta a taxa de conversão. Isto é uma ilusão.

Vamos supor que você venda bolsas femininas de couro. Se você anunciar bolsas, pode acabar atingindo gente que está procurando por bolsas de estudos ou informações sobre a bolsa de valores. Ou, ainda, alguém que queira comprar bolsas esportivas masculinas.

Por mais que tenha atraído essa pessoa para o seu site, você não poderá oferecer o que ela quer. Além de jogar sua verba de publicidade no lixo, derrubará sua taxa de conversão.

A solução é investir em palavras-chaves específicas, como “bolsas femininas de couro”, e ter boas landing pages para que, ao clicar no seu anúncio, o consumidor encontre exatamente o que procura.

2 - Não mostrar ao cliente que sua loja tem credibilidade

Muito bem, você fez um anúncio eficaz e atraiu o cliente até sua loja. Acontece que ele nunca ouviu falar na sua marca e não conhece ninguém que tenha comprado de você. Desconfiado, ele vira as costas e vai embora.

Credibilidade é tudo no e-commerce. Exiba (e explique o que significam) todos os certificados de segurança do seu site para mostrar que sua loja é confiável. Reviews de produtos e depoimentos de clientes ajudam a reforçar a mensagem.

Além disso, nunca deixe uma dúvida ou reclamação sem resposta: assuma uma rotina (pode ser semanal ou diária) de checagem de sites de reclamações e redes sociais para zelar por sua reputação.

3 - Falhar na comunicação

Muita gente desiste de comprar numa loja simplesmente por não encontrar sequer um e-mail de contato. Não necessariamente o comprador tem uma dúvida, mas ele se sentirá mais seguro sabendo que há como falar com o vendedor caso haja algum problema.

Além de tudo, isso está nas novas regras do e-commerce. Portanto, você deve levar a recomendação a sério.

4 - Dificultar a vida do comprador

Para chegar até o fim da compra, o cliente precisa encontrar informações claras sobre os produtos da sua loja. O processo de compra deve ser prático e eficiente. Deixe claro quanto custa o produto, quais são as formas de pagamento, qual o prazo de entrega e o valor do frete. Fotos e vídeos ajudam no processo, assim como um bom FAQ para tirar todas as dúvidas.

E o mais importante de tudo: tenha um check out eficiente. Na hora de pagar a compra, o cliente não quer preencher formulários intermináveis, muito menos experimentar dificuldades técnicas para finalizar o processo. Tudo tem de estar funcionando perfeitamente para que a conversão aconteça.

 

Pronto para vencer a batalha e aumentar sua taxa de conversão? Então não perca tempo. Coloque a casa em ordem e boas vendas!