LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

3 táticas simples para personalizar a experiência do cliente na sua loja

Quando criou o conceito de cauda longa, Chris Anderson deu nome a um fenômeno cada vez mais evidente: deixamos de consumir em massa (grandes marcas vendendo produtos genéricos para todos) para consumir em nichos (marcas médias e pequenas vendendo produtos específicos para grupos com interesses particulares). Isso quer dizer que, cada vez mais, os compradores esperam ser tratados como indivíduos, e não como mais um na multidão.

3 táticas simples para personalizar a experiência do cliente na sua loja

 

Quem entendeu isso bem rápido foi Jeff Bezos, que fundou sua Amazon justamente com o desejo que uma loja se reorganizasse diante de diferentes compradores, de modo a oferecer a cada um os produtos que ele busca em primeiro lugar, seguidos daqueles que ele provavelmente gostaria e, finalmente, dos outros.

Esse tipo de recomendação requer algoritmos avançados. Mas há táticas bem mais simples de personalização que você pode colocar em prática na sua loja para conquistar consumidores mais felizes e fiéis. Conheça algumas delas:

Recomendação de produtos 

Esta é a estratégia mais adotada por e-commerces espertos: em vez de enviar mensagens em massa para toda a base, personalizar o envio do e-mail marketing, oferecendo apenas os produtos que interessam àquele cliente em particular.

Use os dados com inteligência e crie grupos de clientes (por idade, sexo, localização e histórico de produtos comprados, por exemplo) para fazer ofertas mais focadas nas necessidades de cada um. 

E-mail pós-venda

A meta aqui é aproveitar o fim da venda para fazer uma nova oferta. O comprador recebe uma mensagem com os dados de sua compra e sugestão de novos produtos totalmente personalizada.

Recuperação do cliente perdido

Se você possui o cadastro dos compradores que abandonaram o carrinho, pode usar essa informação para tentar fisgá-los de volta. Envie uma mensagem oferecendo produtos semelhantes e complementares, além do próprio produto que ele desistiu de comprar. 

Além de descobrir outros produtos que talvez supram sua necessidade, ele pode retornar pela simples experiência de relacionamento que teve.

 

Tem outras dicas simples e eficazes para personalizar a experiência do cliente em uma loja virtual? Compartilhe-as aqui conosco.