LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

5 perguntas que você deve se fazer antes de investir em redes sociais

Investir em redes sociais tornou-se prioridade para todas as marcas que estão antenadas às tendências de mercado. E não é para menos: uma pesquisa da Nielsen indica que 92% das pessoas confiam na recomendação de amigos na hora de decidir uma compra

5 perguntas que você deve se fazer antes de investir em redes sociais

 

O endosso feito pela internet, por meio de reviews e compartilhamentos, influencia 58% dos consumidores latino-americanos na hora de comprar, de acordo com o mesmo estudo. Ou seja, garantir “curtidas” nas redes é abrir caminho para vender mais. 

Mas antes de sair criando perfis a torto e a direito, é importante fazer uma análise das oportunidades e dos desafios para entender por onde começar e qual o rumo certo a seguir. 

Confira algumas perguntas que podem ajudá-lo no processo:

1 - Qual é a meta a ser atingida? 

Lewis Carrol – o lendário autor de Alice no País das Maravilhas – já dizia que qualquer caminho serve para quem não sabe aonde quer chegar. Se você inicia uma campanha de marketing pelas redes sociais sem ter um objetivo claro (e possível), provavelmente desperdiçará dinheiro e nem sequer saberá se teve ou não sucesso − já que não definiu como mediria os resultados antes de começar. 

2 - Quem vai cuidar dos canais?

Se você pretende dedicar seu próprio tempo para cuidar das redes sociais, descobrirá que esse é um exercício que traz muitos aprendizados sobre seu público e seu negócio. Mas pense bem antes de tomar essa decisão. Você terá tempo para se dedicar a essa atividade no dia a dia? Você tem o preparo necessário para exercer essa função? Talvez o melhor caminho seja delegar a tarefa a um funcionário que entenda do assunto ou a uma agência terceirizada.

3 - Quanto você tem para gastar?

Se você optar por contratar alguém para fazer o serviço – seja um colaborador interno ou uma empresa −, deverá ter uma verba reservada para pagar pelos serviços. Além disso, pode ser interessante separar um orçamento adicional para investir em publicidade para alavancar a audiência dos canais no início. Avalie bem qual será sua capacidade de investimento para planejar melhor em quantos e quais canais você poderá investir.

4 - Que tipo de profissional ou empresa você contratará?

Há diversas empresas especializadas nesse ramo, assim como bons profissionais que entendem do assunto. O importante é procurar boas indicações e avaliar bem os custos e benefícios de cada alternativa. Seja rigoroso, pois um único deslize por parte de quem está cuidando da estratégia pode acabar com a sua reputação no mundo virtual e no real.

5 - Qual o escopo do projeto?

Depois de decidir quanto você pode gastar e quem vai contratar, é importante definir bem a estratégia para cada canal e o escopo do serviço que será executado, incluindo tipos de conteúdo (textos, imagens, vídeos, infográficos etc.), quantidades e prazos. Também é importante definir como os resultados serão apresentados, estabelecendo indicadores de performance e padrões de relatórios – assim você terá a garantia de que poderá acompanhar de perto os resultados das ações.

 

Definiu bem sua estratégia? Então é só começara postar e colher os frutos.