LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Showroom: por que e como criar um para o seu e-commerce

Comprar pela internet está se tornando um hábito cada vez mais natural. Tão natural que já há quem aposte que as lojas físicas como as conhecemos hoje estão com os dias contados.

Uma pesquisa feita pela Capgemini em junho de 2012 mostrou que, de acordo com 51% dos entrevistados (16 mil consumidores, incluindo brasileiros), até 2020 as lojas físicas devem se tornar showrooms de marcas e não mais espaços para compra em si.

Seria uma evolução de um comportamento que já observamos hoje no varejo, o showrooming. Trata-se da atitude de pesquisar preços e até finalizar compras pela internet, mesmo estando dentro de uma loja física – onde é possível provar e conhecer o produto pessoalmente. Um estudo realizado no mesmo ano pela Edgell Knowledge Network revelou que 80% dos lojistas norte-americanos já estão sendo afetados por esta onda digital.

Neste momento de transição, o que vemos são dois movimentos: empresas de varejo convencional criando estratégias diversas para lidar com o showrooming, e lojas de e-commerce criando espaços para que seus clientes tenham contato com seus produtos antes de comprar. 

Quer se antecipar a essa evolução? Então que tal conferir alguns motivos para investir em um showroom para a sua loja virtual?

Merchandising

Ter um espaço físico pode ajudar a dar visibilidade aos seus produtos, especialmente se o seu showroom estiver localizado em uma área de grande circulação de possíveis consumidores.

Mais conversões

Quem nunca deixou de comprar uma blusa, por não saber se o tecido era macio mesmo, ou um sapato por não ter certeza se ele era do tipo que aperta? O showroom elimina as dúvidas, permitindo ao cliente provar antes de comprar.

Menos devoluções e trocas

Isto é uma consequência de as pessoas poderem conhecer melhor o produto. Se antes de comprar, seu cliente puder provar, as chances de ele ficar descontente com a compra ou precisar trocar diminuem bastante.

Frete grátis facilitado

Com um ponto de contato, você pode começar a oferecer uma modalidade de entrega que só quem possui esta facilidade pode oferecer: o frete grátis para retirada na loja. Isto significa economia para seu cliente sem custo para você e o resultado é satisfação e fidelidade. Sem falar que, visitando, o cliente pode acabar comprando algo a mais.

Feedback instantâneo

Se um dos maiores desafios do e-commerce é saber o que seus clientes pensam, com um showroom físico, este problema não existe mais. Você poderá tanto observar o comportamento do cliente in loco como poderá aplicar ali pesquisas rápidas.

Mas e o custo?

Ok, você já entendeu que ter um espaço para expor seus produtos pode ser interessante. Mas você deve estar pensando: como isso é diferente de ter uma loja física (com todos os seus custos)? Pois saiba que há várias modalidades de showroom que exigem investimento menor que os de uma loja tradicional e podem servir muito bem ao mesmo propósito. Vamos conhecer algumas delas:

Lojas pop-up e corners

Nesses pequenos espaços temporários, em shoppings ou mesmo dentro de outras lojas parceiras, você poderá abrir as portas para quem quer degustar seus produtos, além de se fazer notar por pessoas que nunca ouviram falar da sua marca.

Feiras de nicho

Se você explora um nicho muito específico, sabe que encontrar seu consumidor em uma cidade movimentada não é fácil. Que tal participar de eventos segmentados, como feiras de artesanato ou gastronomia? Elas existem justamente para reunir um público que gost de algo em especial - e este “algo” pode ser exatamente seu produto.

Co-ocupação de espaços

Este modelo é muito mais comum na Europa e nos Estados Unidos, mas também pode ser replicado aqui. Se você conhece outros lojistas que vendem produtos diferentes dos seus, mas que apelam para um público parecido (por exemplo, pessoas que preferem produtos orgânicos e ecologicamente corretos), é possível criar um showroom conjunto, dividindo os custos e aumentando o mix de produtos expostos.

Aproveitamento do espaço de estoque

Se seu estoque é bem localizado, talvez você nem precise se preocupar com os custos de um outro espaço; basta planejar uma reforma ali (atenção à questão da segurança, não deixe que seus produtos fiquem vulneráveis para assaltos, por exemplo!) e abrir as portas do seu pequeno showroom.

Outlet

Com o tempo, você pode até optar por transformar essa área em um pequeno outlet, para vender produtos que ficaram encalhados a um preço atrativo e sem frete.

 

Gostou da ideia de criar um showroom? Que tal colocá-la em prática e compartilhar aqui suas experiências?