LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Storytelling: conte histórias para conquistar clientes

Era uma vez uma princesa, uma bruxa, um príncipe e um final feliz. Todo mundo já ouviu uma história assim. E, por mais que os personagens mudem e o enredo entre o “era uma vez” e “viveram felizes para sempre” varie, os elementos que fazem com que elas funcionem são os mesmos há séculos (literalmente).

O motivo é simples: eles funcionam! Está aí a Disney, que não nos deixa mentir. De olho no sucesso dessa fórmula, as empresas começaram a utilizar a técnica de storytelling (em português, “a arte de contar histórias”) para falar sobre sua marca e seus produtos. Elas descobriram que, envolvendo e emocionando o cliente, as chances de conquistá-lo são bem maiores.

Saiba quais são os ingredientes de um bom storytelling e veja algumas dicas para usar essa estratégia em favor do seu negócio:

Elementos principais

A narrativa vai precisar de protagonista, antagonista, enredo, clímax e final feliz. Sem eles, não sai uma história.

Quer um exemplo prático de uso dessa estratégia? O cartão de crédito MasterCard e as histórias “Não tem preço”.

A propaganda coloca o cartão como o grande herói da história, que salva os personagens dos vilões (os preços altos de produtos e serviços), ajudando-os a realizar um grande sonho.

A propaganda, quase sempre emocionante, termina com a família, o casal ou o grupo de amigos numa linda cena de final feliz.

Criando o enredo

É a história que você tem para contar e a mensagem que tem para passar – seja ela sobre sua marca, um produto específico ou até mesmo a respeito de um funcionário ou cliente.

Você terá de mostrar quais são os valores da sua empresa, o quão importante ou útil você pode ser para o cliente e definir que tipo de apelo sua história deve ter. Pode ser emocionar, fazer rir, dar medo ou intrigar, mas precisa ter apelo.

Esqueça os “detalhes” chatos

Storytelling não é contar toda a história da sua empresa em uma linha do tempo, citando todos os fatos que aconteceram desde sua fundação. Nesta técnica você deve se ater aos fatos interessantes e benefícios do produto.

Por exemplo, no caso da MasterCard, em nenhum momento eles falam sobre as taxas de juro, limites ou cobranças de anuidade. O foco é no fato de o cartão de crédito ser um baita quebra-galho para uma emergência financeira em um momento que pode ser crucial para sua vida.

Resultado

O Skype lançou um vídeo que contém todos os elementos citados acima, e o resultado foi um milhão de views, em menos de uma semana, e muita gente comentando sobre como se emocionou ao assistir à história.

O vídeo apresenta duas meninas, uma dos EUA e outra da Nova Zelândia, que há oito anos mantêm uma linda história de amizade via Skype. Ambas se aproximaram por possuírem a mesma deficiência: a ausência de um dos braços.

Você pode assistir ao vídeo aqui. Prepare os lencinhos! E, depois, mãos à obra! Encontre suas histórias e encante seus clientes usando o poder do storytelling.