LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

10 dicas para segmentar seu e-mail marketing e acertar no alvo

Disparar uma bala de canhão para acertar uma formiga não é uma boa ideia. E essa analogia também se aplica à sua estratégia de e-mail marketing.

Desconsiderar as particularidades de cada um dos integrantes da sua base de dados pode fazer com que muitos deles recebam ofertas nas quais jamais teriam interesse e é um atalho muito rápido para que suas mensagens parem na caixa de spam ou para um grande número de descadastramentos.

Por isso, segmentar é o melhor caminho. Saber com quem você está conversando aumenta suas chances de enviar uma oferta interessante e pode significar um grande impulso na sua taxa de conversão. Veja, abaixo, 10 dicas para segmentar seu e-mail marketing.

Geografia

Saiba de onde são os integrantes da sua base de dados. Assim, você evita a gafe de enviar uma superoferta de uma jaqueta para um cliente de Manaus ou de um belo vestido tomara que caia para uma integrante de sua base de dados de Porto Alegre em pleno inverno gaúcho, por exemplo.

Idade

Disparar e-mails com ofertas especiais da mais nova versão de um game em que a quantidade de tiros e de sangue derramado é a principal fonte de pontos para um jovem de vinte e poucos anos parece uma boa ideia. Para um senhor de mais de 60, nem tanto.

Gênero

Eis uma informação essencial: homens são de Marte e mulheres são de Vênus, e é preciso levar isso em conta na hora de disparar suas ofertas.

Que homem não se irritaria ao receber em sua caixa de e-mail uma oferta de lingerie ou sabonete íntimo, por exemplo? Também não soa como uma coisa muito sensata disparar para as moças da lista que sua loja online tem o melhor preço para aquela loção pós-barba ou para a furadeira que acaba de chegar ao mercado.

Família

O seu cliente é casado? Solteiro? Tem filhos? Saber se o alvo do seu disparo tem um amor pode ajudar você a enviar aquela oferta imperdível no Dia dos Namorados. Saber se ele ou ela tem herdeiros será uma excelente indicação sobre se ele deve ou não receber seu e-mail sobre o Dia das Crianças.

Interesses

Existem coisas impossíveis de saber sobre sua base de dados apenas pela geografia, sexo ou status matrimonial. Busque formas de identificar os interesses dos que estão em sua base de dados.

Afinal, existem homens que gostam de comprar lingeries para a namorada e mulheres que preferem, elas mesmas, fazer pequenos reparos em casa.

Histórico de compras

Uma boa forma de desvendar os interesses ocultos ou não confessados dos membros da sua base de dados é dar uma olhadinha naquilo que eles andaram comprando em sua loja.

Alguém que comprou o primeiro livro de uma trilogia, por exemplo, muito provavelmente estará interessado em receber um e-mail avisando que a segunda obra da saga está em pré-lançamento na sua loja.

 

>> No E-mail Marketing UOL HOST você pode enviar milhares de e-mails para sua lista de contatos e clientes, além de acompanhar o resultado em tempo real, sabendo quantos clientes receberam, abriram e clicaram na sua campanha.

 

Frequência de compra

Ferramenta importante para fidelizar a clientela. Saber quem está sempre visitando sua loja virtual e comprando produtos pode dar a você a chance de fazer os clientes se sentir especiais e mantê-los satisfeitos.

Dispare e-mails com ofertas especiais para quem compra de você frequentemente. Mais que isso, faça com que a pessoa saiba que aquela oferta chegou à tela dela graças ao excelente relacionamento que vem mantendo com sua loja.

Ciclo de compra

E aquele cliente que só compra em determinados meses do ano? É claro que você não vai deixá-lo de lado. Se ele só compra com você em maio, por exemplo, pode ser que recorra à sua loja para presentear alguém especial no aniversário.

Um comportamento assim significa que esse cliente, muito provavelmente, só vai se interessar por seus e-mails em determinada época do ano. Para que incomodá-lo em outros períodos, então? Concentre seus disparos para ele na época certa.

Abandono do carrinho de compra

Quantas vezes um internauta visita uma loja online, escolhe uma série de produtos e, na hora H, de fechar a compra e concluir o negócio, acaba não concretizando a aquisição?

É crucial que você tenha esses dados e segmente seu e-mail marketing baseado nesse tipo de comportamento.

Afinal de contas, o cliente pode ter abandonado o carrinho por algum problema na conexão, por exemplo. Não custa nada, então, enviar um e-mail a ele dizendo “ei, amigo, seu carrinho ainda está aqui à sua espera, se ainda quiser fazer a compra”.

Conteúdo

Que pessoas em sua base de dados clicaram mais em determinado assunto?

Saber a resposta certa para esta pergunta permitirá a você mandar mais mensagens do mesmo tipo para determinado grupo, elevando, assim, a conversão.

Gostou das dicas? Então comece já a segmentar sua base e fazer disparos mais inteligentes. 

>> Baixe grátis nosso Guia completo: melhores práticas em design para e-mail marketing e abrace as dicas que irão ajudar você a alcançar ótimos resultados em suas campanhas.