LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Passo a passo: como criar um programa de afiliados para sua loja

Se você anda às voltas com o desafio de atrair novos clientes para sua loja, antes de tudo, saiba: você não está sozinho!

Não é para menos. Se, por um lado, está cada vez mais fácil criar uma loja virtual de nicho, por outro, mostrar a esse público que você existe não é uma missão tão simples.

Uma das maneiras de chegar até seu potencial cliente é por meio de um programa de afiliados.

A mecânica é relativamente simples: você encontra parceiros (que podem ser blogueiros ou outros formadores de opinião) e paga comissão a eles para que falem de sua loja e seus produtos aos seguidores deles.

A remuneração, em geral, está vinculada ao número de visitas ou negócios gerados por meio daquele canal – o que diminui os riscos e o investimento.

Quer experimentar? Siga os passos abaixo.

1) Escolha seu modelo

Você pode seguir dois caminhos ao estruturar um programa de afiliados: criar sua própria rede de parceiros ou optar por uma plataforma que já tenha uma base de afiliados estruturada.

Algumas plataformas conhecidas aqui no Brasil são Lomadee e Rakuten Linkshare, mas há diversas opções disponíveis no mercado. Faça uma boa pesquisa para ver o que vale mais a pena.

2) Bole uma boa estratégia de comissionamento

Lembre-se sempre que você precisa chegar a um modelo ganha-ganha de comissionamento, ou seja, o que você oferece deve ser bom para você e para seu afiliado, de modo que ele se sinta incentivado a entrar no jogo diante do que pode ganhar.

Para definir a meta que você colocará para seus afiliados e pela qual pagará quando for atingida, você deve criar uma meta própria. Por exemplo: se você deseja, num primeiro momento, apenas aumentar o tráfego no seu site, pode oferecer, por exemplo, uma taxa fixa no sistema pay per click, que significa que você pagará um valor ao afiliado cada vez que alguém clicar no link dele, que leva ao seu site.

Mas se sua meta principal é ter consumidores cadastrados no site (para um futuro e-mail marketing, por exemplo), seu sistema de pagamento pode ser pay per lead. Isso quer dizer que cada vez que um consumidor entrar na página de cadastro pelo link do afiliado e concluir o preenchimento e o envio dos dados, você deverá pagar a ele uma taxa de valor fixo pré-combinado.

Por fim, se o que você quer mesmo é aumentar as vendas, você pode pagar no sistema pay per sale, formato no qual você define porcentagens a ser repassadas aos afiliados cada vez que um cliente entrar no seu site pelo link dele e comprar determinados produtos. Não se esqueça de que, neste formato, é importante delimitar quais os produtos fazem parte do programa e qual porcentagem será paga por produto previamente.

3) Crie as ferramentas de que os afiliados necessitam

Não dá para você esperar que alguém venda seu produto sem entregar a ele banners que possam ser afixados em sites (crie opções diferentes de tamanho), boas fotos, boas descrições, kits HTML para a produção de e-mail marketing e assim por diante.

Se você produz conteúdo para sua loja, pode pensar em compartilhá-lo com os afiliados também, assim eles terão tanta facilidade em falar de você e tudo será tão bonito e alinhado que os resultados devem aparecer mais rapidamente!

4) Encontre os afiliados

Agora que você tem um bom sistema desenhado e as ferramentas estão todas prontas para brilhar, ocupe-se de encontrar os parceiros certos para jogar este jogo com você! Antes de tudo, use sua própria loja como espaço para disponibilizar fichas de cadastro e explicações suficientes de como sua proposta funciona – tudo numa aba separada, bem organizada.

Então comece convidando amigos e parentes, depois experimente falar da sua loja e do programa de afiliados em rodas de empreendedorismo digital. Outra frente a se trabalhar são as redes sociais. Crie imagens e vídeos legais para divulgar o programa e compartilhe-os nas suas redes e em comunidades com pessoas que possam se interessar pela parceria. Por fim, há, ainda, empresas especializadas em angariar parceiros para o seu programa e uma pesquisa rápida na internet lhe entregará várias indicações.

Procure deixar claro – seja em suas apresentações, seja na área de explicações do site – que tipo de parceiro procura e como espera que seus produtos sejam expostos. Isto (e um pouco de seleção) lhe permitirá assegurar que seus produtos não sejam expostos ao lado de produtos que os desqualifiquem ou tirem a credibilidade da sua marca.

5) Mantenha-os felizes

Eis aqui um desafio constante. Deve ser regra para você garantir que seus afiliados estejam contentes com o resultado do esforço deles (ganhando o suficiente), que tenham contato e suporte de sua parte facilitado e que recebam sempre atualizações de conteúdos e banners de modo a sempre oferecer algo novo a quem visita os sites deles.

Dessa forma, eles vão adorar trabalhar com sua loja e isso, claro, será revertido em boas vendas e bons ganhos para ambos. Para isso, você deve tanto ouvi-los (pedir que lhe façam sugestões, que respondam a pesquisas etc.) quanto pesquisar os programas de outras empresas.

Ficou animado para experimentar? A dica principal é planejar bem e executar passo a passo, sem afobação.