LOGO UOL HOST

Receba por e-mail as novidades e publicações da Academia UOL HOST

Como o cloud pode ajudar sua empresa a driblar a crise econômica

Veja como a tecnologia pode ajudar a reduzir custos e otimizar recursos

Não vivemos o melhor momento econômico no Brasil. O desemprego já ultrapassa os 10%, o PIB encolheu 3,8% no ano passado e cerca de 1,8 milhão de empresas fecharam as portas no país em 2015. Nessa situação, as companhias têm buscado formas de diminuir os custos sem prejudicar a produção, e não demorou para que esse quadro chegasse à área de tecnologia da informação.

Neste setor, especificamente, o aumento do dólar foi um dos fatores que mais preocuparam empresas e profissionais, já que boa parte dos equipamentos e softwares é importada de outros países.

 Leia também: 4 benefícios legais de usar um cloud nacional

Tudo isso contribuiu para que o mercado de TI ficasse fragilizado. Uma pesquisa realizada pela consultoria IT4CIO apurou que 35% das empresas locais reduziram o número de funcionários no departamento, e 10% substituíram funcionários com mais anos de carreira por mais novos e mais baratos.

E a previsão da IT4CIO não é das melhores. Apesar de tudo indicar que o investimento neste mercado suba entre 2% e 3% em reais neste ano, com a alta do dólar, estima-se que o mercado de TI brasileiro deva encolher em até 40% neste ano, em relação a 2014.

Neste momento bem sensível, o mercado de TI tem sido um dos mais cobrados para baratear os procedimentos, e o cloud computing pode ajudar muito nesse sentido. Vamos entender como.

Escalabilidade como estratégia

As tecnologias em cloud têm uma característica bem interessante para quem precisa controlar os custos: a elasticidade. A nuvem permite que o usuário amplie ou reduza os recursos de acordo com a necessidade do momento. Isso significa que, se não estiver tendo uma demanda tão grande quanto à do mês anterior, pode reduzir seus atributos e economizar. Da mesma forma, em um momento de maior carência, você pode adquirir mais recursos. Essa é uma forma inteligente de só pagar pelo que você usa e ter mais flexibilidade na sua operação.

Outro ponto importante é que o cloud proporciona uma criação mais rápida e assertiva, o que colabora com o conceito de produção escalável e que pode estar dentro da estratégia da marca de não só se manter no mercado, mas crescer na contramão da crise econômica.

A tecnologia do momento

Abrir mão da tecnologia para economizar pode não ser a melhor opção, uma vez que, principalmente em meio à crise, é preciso lutar para se manter competitivo e oferecer serviços de qualidade, que se diferenciam dos de concorrentes e fazem com que o consumidor escolha você.

Nesse sentido, ter a tecnologia que é uma das tendências de mercado e que garante rapidez, eficiência e segurança na execução dos processos é algo que vale a pena pesar. E se você ainda tem dúvidas se o cloud veio para ficar, a consultoria Frost & Sullivan avalia que o mercado brasileiro de cloud computing deve crescer em até 30% até 2017 e movimentar mais de 1,1 bilhão de dólares.

Além disso, o cloud funciona tão bem em multinacionais como em pequenas empresas, o que dá, até mesmo para o pequeno empreendedor, status de quem trabalha com tecnologia de ponta.

Menos problemas e mais soluções

As empresas que já reduziram suas equipes de TI provavelmente estão enfrentando dificuldades com a produtividade. Afinal, se tem um número menor de profissionais para resolver problemas, há boas chances de estar havendo bem mais trabalho para cada um deles.

O cloud é bem famoso por aumentar a produtividade, uma vez que é possível fazer as mesmas tarefas de forma mais rápida e simples e, até mesmo, criar regras de automação dentro do sistema.

 Leia também: 5 argumentos que vão convencer os gestores de que investir em cloud é uma boa ideia

Na nuvem todos podem trabalhar de forma sincronizada e colaborativa, sem precisar se preocupar com servidores lentos e falta de informações. Assim, seu time tem mais tempo para lidar com o que realmente importa.

Diminuição direta dos custos

Se os funcionários conseguem produzir mais em menos tempo, já há uma economia direta no pagamento de horas extras. Mas a economia em adotar o cloud vai além disso. O cloud dispensa o emprego de infraestrutura cara e que demanda constante manutenção.

Ao optar pela nuvem, você não vai precisar se preocupar com refrigeração dos servidores, por exemplo, o que vai representar, de cara, uma diminuição significativa na sua conta de luz. Como tudo está online, pendrives, HDs externos e outros tipos de dispositivo físico de armazenamento também podem sair da sua conta de compras.

Ainda há outra vantagem relacionada à tendência de migração para o modelo SaaS (Software as a Service), que elimina a necessidade de as companhias armazenarem os sistemas em seus próprios servidores e reduz os custos com contratação, aplicação e licenças de softwares.

 Leia também: SaaS x IaaS x PaaS: qual é o melhor modelo de cloud computing para suas necessidades?

Sendo capaz de reduzir custo e, em contrapartida, aumentar a eficiência nas operações e a produtividade dos profissionais de TI, o cloud computing realmente é uma tecnologia que deve ser considerada, mesmo se sua empresa não estiver sentindo diretamente os efeitos da crise econômica.

O UOL HOST foi uma das empresas pioneiras em cloud computing, como hospedagem cloud, cloud gerenciado, storage, balancer e openstack.

 Baixe e-book grátis: OpenStack: direto da Nasa para o seu negócio 

Confira nossos planos e comece a utilizar uma das tecnologias com melhor custo-benefício e desempenho do mercado.